Contos eróticos - Contos Pornô com Histórias Reais » Contos Picantes » Acabei com a buceta e o cuzinho da novinha

Acabei com a buceta e o cuzinho da novinha

Publicado em junho 15, 2020
6 votes

Olá moro em Brasília, as coisas começaram a ficar difícil pra mim novamente e fiquei desempregado, e antes da faculdade eu era pedreiro, pintor e eletricista, coloquei um anúncio em um classificado famoso dizendo que oferecia serviços de construção, manutenção e reparos, recebi vários telefonemas e um que vou narrar agora…

Uma mulher me ligou dizendo que precisava fazer uma textura em uma parede e instalar um painel e colocar a televisão nele, colocar um chuveiro novo e reformar o teto do banheiro que soltou pedaços, cheguei em sua residência e fui atendida por uma mulher de aparantemente 40 anos e olhei tudo e fiz o orçamento dei a lista de materiais e marquei de voltar no outro dia….

Bem cedo as 7horas da manhã eu toco o interfone e ela abre o portão, subo para seu apartamento e para Minha surpresa uma linda novinha de camisola abre a porta eu assustei, ela disse minha mãe falou que o material está tudo no canto ali da sala e o senhor pode ficar a vontade…

já ela sai do banho e faz um café para o senhor, eu sorrir e agradeci, peguei no batente e fui logo adiantando, por volta das 17hs eu fui me trocar e ir embora, e  ela disse amanhã o senhor não vem porque eu trabalho um dia sim e outro não e só iria ficar minha filha …

eu disse ta tudo bem, no dia de ir trabalhar fiz tudo perfeito e ela ficou muito feliz, me ofereceu um cálice de vinho que prontamente aceitei, falei um pouco sobre mim e ela ficou encantada e disse, sabe agora estou mais confiante pode vir amanhã, minha filha faz uma comida deliciosa também,  então cheguei e sua filha mandou eu entrar e foi para o quarto, eu precisava de um copo com água e fui ver se estava acordada e pedir que fosse pegar para mim, porque não abro geladeira de ninguém, quando fui aproximando da porta ela estava meio encostada mas aberta, fui empurrando devagar e pra minha surpresa ela estava masturbando e enfiando um pênis de borracha na buceta…

eu tomei um susto e fui pra sair e ai ela me viu e ficou assustada, eu sai apavorado, então eu só a vi na hora do almoço, ela estava sem graça e perguntou se gostava de couve porque ira fazer eu disse que comeria o que colocasse na mesa, mas confesso a cena não saia de minha cabeça, ela chegou perto e disse:

“me desculpe por mais cedo”

eu disse “Relaxa, e você me desculpe, achei que  só queria te pedir um copo de água, eu não deveria chegar em seu quarto assim, eu sei que é normal se masturbar, eu te entendo…”

ela deu um sorriso e disse promete que não conta pra minha mãe? Eu disse para ficar tranqüila, e assim foi mais um dia e no outro dia estávamos só nós dois de novo e ai ela abriu a porta só de calcinha e sutiã, eu disse ta louca, ela disse você já viu tudo mesmo, e foi para o quarto e disse não me incomoda não viu, porque eu vou brincar um pouco e deu um sorriso safado, nesta hora em diante subiu um tesão e quase fiquei louco, eu estava  fixando o painel quando ela saiu até suada,  eu disse você pode trazer uma água pra mim?

Ela disse estou até bamba vem pegar na mesa, porque posso até deixar o copo cair, eu disse coloca uma roupa e não me fala que estava brincando que eu fico maluco, ela riu e disse vou tomar um banho, ela passou embrulhada na tolha e foi banhar, na saída eu estava sentado em um banquinho descansando um pouco e ela chegou enrolada na toalha e disse você gostaria de ver como fiquei arrombada?

Eu disse para com isso tentação, ai ela soltou a tolha e vi aquela novinha linda de 19 anos nua na minha frente com a bucetinha toda raspada e vermelhinha de tanto meter o pau de borracha, eu disse  nossa assim eu fico perdido, ela disse eu nunca fiquei com homem e perdi a virgindade para aquele pinto de borracha, e queria muito ver um pau de verdade, deixa eu ver o seu só pra ver mesmo, eu já estava louco de tesão e tirei meu pau que estava suado pra fora, ela assustou e disse nossa como é grande e lindo, você deve ter comido muita novinha né…

eu disse que comi algumas, ela disse deixa eu pegar só um pouco, e ai meu instinto de macho me forçava a deixar rolar, eu então disse vem, ai ela pegou e vi seus olhos brilharem e então ela caiu de boca e mamava até engasgar, estava tão tarada que eu nunca tinha visto uma novinha assim, e foi mamando até eu encher sua boca de leitinho e ela bebeu tudinho e deu um sorriso e perguntou você gostou?

Eu disse nossa e como, ela sumiu a tarde toda após o almoço e acho que deve ter dormido, na hora de ir embora fui chamá-la e ela me deu um abraço e agradeceu por tudo e fui pra casa bem pensativo e feliz, no outro dia sua mãe estava em casa e estava tudo mais tranqüilo, mas ela sempre passando por ali e se insinuando pra mim, a mãe dela me elogiava e na hora o almoço disse que um homem como eu precisa de ter uma boa mulher, e sua filha falou para mãe, assim ele vai pensar que a senhora ta dando de cima dele e ficou meio enciumada,  mais um dia se foi e estava louco pra chegar o outro dia, tomei um banho e  perfumei, passei creme no corpo pra ir bem cheiroso, quando chego ela estava de saia curtinha e toda arrumada e perguntei se ela estava saindo e disse que não, queria ficar linda para mim, e pelo visto você cheiroso desse jeito esta assim por mim e deu uns risos, fechei a porta e encostei ela na parede e fui beijando sua boca loucamente, era tanta vontade e esfregava o corpo meu no dela, e passava a mão em sua bunda apertando forte e amassando seus peitos com vontade, ela me beijava e  contorcia o corpo de tanto tesão e me dizendo nossa cara assim fico louca, meu pau estava enorme ela tocava nele por cima da calça e meti a mão no meio por debaixo da saia dela e joguei ela no sofá e arreganhei as pernas delas arredando a calcinha e meti a língua dentro de sua bucetinha e  metia o dedo bem fundo enquanto sugava seu grelinho e deu um gritinho e gozou em minha boca pude sentir seu melzinho escorrendo em minha boca, eu chupei ela todinha e levantei suas pernas o máximo que consegui, meti a língua molhada em seu cuzinho mordendo seu bumbum e metendo o dedo em sua buceta, comecei a chupar sua buceta denovo e as vezes lambia seu cuzinho, esfreguei a cara naquela bucetinha de menina, ela gritava e dizia faz de mim sua putinha hoje, não sabia que era tão gostoso,  subi beijando e lambendo seu corpo deitei ela no tapete felpudo da sala, e mamei aqueles peitinhos durinhos , eram muito gostoso porque enquanto eu mamava aproveitava e metia o dedo dentro de sua buceta,  peguei um dedo de sua mão e chupava olhando para o rosto dela com cara de safado e o meu dedo dentro da sua buceta, ai ela me beijou denovo com tanta tara que mordia meus lábios e minha língua ela disse:

“me fode logo cachorro, senão vou ficar louca”, dei um tapa em sua cara e disse “calma vagabunda porque hoje vou arregaçar você”..

Comendo a buceta e o cuzinho da novinha

fui esfregando a cabeça de meu pau na entrada de sua buceta, ela se contorcia, e me beijava, então coloquei ele na entradinha, comecei a mamar seus peitos mordendo de leve o biquinho deles e meti de uma vez dentro dela que ela gritou e disse para, ai dei outro tapa e disse agora a piranha vai ter que agüentar este pau de torando todo, e metia cada vez mais forte e ela começou a gemer muito, e soquei com força e xingava ela, você queria assim né vagabunda,  piranha, safada, ela dizia nossa to maluca, só vai um pouco devagar porque ta me arregaçando toda, eu dizia vou arrombar sua buceta até deixar ela toda ardendo, hoje você será minha puta, coloquei ela de quatro e metia com força puxando seus cabelos e ela ficava louca, metia tava com vontade em sua bunda, e meti meu dedo junto com meu pau em sua buceta e deixei bem molhadinho e meti o dedo no seu cuzinho enquanto meu pau comia sua buceta, ela dizia cara, porra você vai me viciar no seu pau, que pegada louca, as meninas devem adorar dar pra você, como você me come gostoso, agora fode meu cu também, ai nem pensei e fui metendo em seu rabo e o dedo agora na buceta, ela dizia ta doendo mas ta gostoso, eu gozei muito dentro de seu cú, e paramos um pouco e fui beijá-la e dar carinho, e mamei mais um pouquinho, passei a língua em volta de seu umbigo e barriga, ela disse nossa que perfeito me fudeu igual fode uma puta e agora todo carinhoso, eu disse vamos banhar porque agora você será minha princesa, vamos fazer amor bem carinhoso e romântico, olhei em seus olhos e do nada criei um poema lindo e disse princesa quero sentir você bem gostoso, sentir nossos corações baterem no peito com nosso corpo coladinho, comecei a beijá-la bem gostoso e pude sentir nossas línguas entrelaçadas dentro da boca e enquanto acariciava seu corpo, fui beijando cada parte de seu corpo, fiz ela sentir a ponta de minha língua percorrendo todo seu corpo delicioso, eu dizia nossa amorzinho seu corpinho me enlouquece, meti a língua dentro de sua buceta e fazia movimentos com a língua dentro de sua buceta, ela gozou bem gostoso enquanto eu a chupava, meti a língua em seu cuzinho, e lambia e abocanhava suas coxas com meus lábios, sentindo toda aquela delicia em minha boca, ai fizemos um 69 maravilhoso e gozei muito em sua boca e ela não parava de sugar até beber cada gotinha de meu leitinho e eu bebi todo seu melzinho porque novamente ela gozou em  minha boca, eu voltei a beijá-la e deixei meu pauzão entrar escorregando dentro dela e metia devagar pra ela sentir cada pedacinho invadindo sua buceta, enquanto meu pau entrava e saia naquele vai e vem delicioso eu a beijava com tanta intensidade como um casal apaixonado, eu não aguentei quando ela gemeu bem dengoso e disse nossa amorzinho estou gozando com seu pau atolado em minha buceta, não resisti e acabei inundando sua buceta, gozei tanto que ficou escorrendo em suas pernas, nos beijamos e tomamos banho e fui embora, muito feliz e realizado, no outro dia foi horrível porque sua mãe estava em casa, mas no dia seguinte metemos o dia todo, uma hora selvagem e outra hora bem romântico como namoradinhos, ficamos neste romance por quase dois anos.

Se você leu este conto e está afim de viver momentos bem intensos e prazerosos, e se você tem de 18 á 28 anos  deixe mensagem,  vou responder na hora, também procuro um amor pra viver a vida toda e ter uma linda família, me escreve e deixa seu zap …

6354 views

Contos relacionados

Filha anjinha ou diabinha

Ao ficar espiando os pais transando, Aninha fica encantada com o conjuntinho vermelho de sua mãe! Na noite seguinte, a caçula da família decide provar a tal peça íntima... Já vestida com a lingerie, a safadinha passa na frente do pai, em direção à cozinha. Nessa hora, seu pai já começa a ter pensamentos eróticos...

LER CONTO

Fodi a novinha dentro do mar com os outros em volta

Olá! Estava numa praia do sul em fevereiro e resolvi entrar no mar. A água estava gostosa e fui um pouco mais no fundo, pois quase não tinha ondas, só uma marola. Haviam várias pessoas na...

LER CONTO

Continuo fazendo o corninho feliz

Depois das experiencias que tive com o tio e o dono da academia, a puta que há em mim aflorou, amo fazer sexo e amo mais ainda vê meu corno satisfeito. Eu e meu marido continuamos falando muita...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 3 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - quadrinhos eroticos - hentai - xvídeos - xvideos
© 2020 - Contos eróticos – Contos Pornô com Histórias Reais