Transei com a minha melhor amiga

Publicado em agosto 17, 2022
0 votes

Olá, me chamo Paula, no momento estou acordando na cama da minha melhor amiga, mas vou contar como tudo isso aconteceu.

Eu e Laura já somos amigas há muitos anos, ela é lésbica assumida e já conheci várias das suas ex namoradas. Recentemente eu acabei me envolvendo, talvez tenha confundido nossa amizade, mas eu realmente me senti atraída por ela de uma forma avassaladora. Sempre me considerei uma mulher hétero, bem namoradora inclusive. Já tive fases de sair com um cara a cada final de semana e Laura sempre cuidadosa me dava os melhores conselhos. Acabei descobrindo meu encantamento por ela quando engatou seu último relacionamento, fiquei muito enciumada, a sensação de saber que alguém tocava a minha amiga chegava a me dar muita raiva. Quando ela ficou sozinha quem fui seu ombro amigo foi eu. Lembro que no dia que ela descobriu que sua ex estava a traindo com um cara, ela ligou para mim desesperado e veio direto para a minha casa. Naquela ocasião ela havia bebido muito e eu tive que ajudá-la a tomar banho. Sentei com ela dentro da minha banheira, peguei a esponja de banho mais delicada que eu tinha e esfreguei todo seu corpo com muito carinho. Enquanto eu passava a mão pelos seus mamilos e sussurrava em seus ouvidos uma música que era a nossa preferida, lágrimas dos olhos de Laura escorriam pelo rosto em descontentamento pela Traição que havia sofrido. Me segurei o máximo que pude, mas senti minha vagina pulsando de tesão, a verdade é que eu queria lamber os bicos daqueles peitos maravilhosos, mas eu não poderia me aproveitar daquela situação dramática. Lhe ofereci um abraço fraterno enquanto nós duas ainda estamos dentro da banheira, senti seus lábios tocando o meu rosto e os seus olhos me agradecendo. Tudo que eu mais desejava era aquela mulher inteiramente em meus braços, mas eu não sabia como abordar. Meu maior medo era que eu viesse a perder sua amizade, não suportaria algo do tipo, viver longe de Laura era algo inaceitável para mim. Saímos do banho, ela se enrolou na toalha enquanto eu penteava seus cabelos, fiz questão de deixá-los secos e perfeitos, eu sabia que naquela noite eu teria que passar em claro cuidando das feridas emocionais da minha melhor amiga. Doía em meu coração ver que ela estava sofrendo por outra pessoa, que ficava óbvio o quanto ela deveria amar a outra mulher.

Mão boba depilando a bucetinha gostosa da amiga

 

Trabalho há muitos anos em uma clínica de depilação, mas nunca atendi Laura, ela se depilava a laser, enquanto eu trabalhava com cera quente. Naquele dia em específico a esteticista que cuidava do seu procedimento havia se ausentado e eu pela primeira vez ofereci o meu atendimento. Laura aceitou logo de cara, nós éramos muito íntimas e já havíamos nos visto nuas por inúmeras vezes. Quando pedi para que ela tirasse a parte debaixo a minha vontade era de cair de boca e lamber cada centímetro do seu gosto. Fiz uma massagem relaxante de brinde, assim eu poderia tocar sem culpa e sem insinuar nada. Minha amiga não se vestia de forma feminina, ela sempre usava calças e camisas largas, nunca havia visto de calcinha, somente cueca boxer, o que ainda achava mais sensual. No seu punho esquerdo ela usava sempre relógios grandes e uma corrente de prata, o outro braço era todo coberto de tatuagens. Seu cabelo era perfeitamente liso e batia na bunda, ela sempre usava bonés e tênis de grife, fora o óculos de sol que ainda a deixava mais bonita e sensual. Eu vivia um verdadeiro conflito interno ali na maca de depilação, queria trepar com ela ali, estava completamente obcecada pela possibilidade de beijar uma mulher pela primeira vez. Enquanto eu massageava sua perna levantada, Laura sorria com o canto da boca e os olhos fechados enquanto me contava que tinha um encontro marcado para o próximo final de semana. Minhas mãos deslizavam delicadamente o seu corpo, até que eu iniciei a depilação. Sempre que eu precisava tocar sua buceta, sentia a minha molhando e vibrando de tesão. Me imaginava ali, beijando todo seu corpo, sendo dominada por ela enquanto seus dedos me penetrassem. Eu já estava perdendo a atenção, estava desconcentrada, perdida nos pensamentos mais depravados que eu poderia ter. Eu precisava contar para a minha amiga sobre o desejo que invadia meu corpo, mas teria que marcar algo com ela para que eu me declarasse. Resolvi convidar Laura para assistirmos um filme juntas, mas ela se antecipou me convidando para uma sessão pipoca em sua casa na próxima sexta-feira daquela semana. Meu coração logo acelerou e eu confirmei a minha presença. Eu sorria por dentro e contava os minutos para aquele nosso momento onde eu iria confessar tudo que estava sentindo.

Gozando na boca da minha melhor amiga

 

Eis que chegou o dia do nosso encontro para a sessão pipoca, eu me comprometi a levar o refrigerante e as pipocas de microondas. Sempre fui péssima para escolher os filmes, na verdade eu sempre acabava dormindo na metade deles, enquanto ela debochava de mim por causa disso. Eu já era conhecida antiga do porteiro e a minha entrada já estava mais que liberada. Conheci minha amiga no primeiro ano da faculdade e de lá para cá nos tornamos inseparáveis. Naquele dia em específico meu coração batia diferente, apressado, com medo da reação dela com a minha declaração. Passei meses esperando por essa oportunidade e eu não queria desperdiçar. Eu sabia que a cor de lingerie preferida por ela era branca e era exatamente essa cor que eu estava vestindo.

Peguei o elevador e chegando à sua porta fui logo recebida com um beijo, apesar da minha inexperiência com mulheres eu já sabia que ela daria conta do recado. Laura vestia uma cueca e um camisão de basquete sem sutiã. Deitamos na sua cama e ela foi logo colocando o filme. Fui até a cozinha para preparar a pipoca e criar coragem, foi quando ela me abraçou por trás e mordeu o meu pescoço. Nós sempre brincamos assim uma com a outra e para mim essas atitudes não eram novidades. Peguei a pipoca, os copos e fomos para o quarto. Chegando lá eu disse a ela que gostaria de confessar uma coisa e fui logo disparando as informações. A princípio ela ficou estagnada me olhando com cara de espanto, depois ela se jogou em cima de mim e foi logo desabotoando a camisa que eu estava vestindo. Enquanto eu me sentia completamente insegura, ela me mostrava que estava no controle. Em meio aos nossos amassos eu me vi completamente nua, a forma pela qual ela tocava a minha vulva e os meus pequenos lábios me deixavam enlouquecida, na verdade aquela era a melhor siririca que eu já tinha experimentado na vida. A forma pela qual uma mulher toca a outra é algo muito diferente de um toque masculino. Seus lábios e sua língua estimulavam o meu clitóris, enquanto seus dois dedos penetravam a minha buceta. Laura deu uma pausa, arrancou sua roupa e começou a me chupar com a cabeça levantada olhando dentro dos meus olhos. Depois ela foi beijando delicadamente a minha bunda, lambeu o meu cu e também usou seus dedos para me penetrar. Enquanto ela comia meu cu com uma mão, com a outra ela esfregava o meu grelinho. Em meio aos mais expressivos que eu dava, segurei um grito agudo e gozei em sua boca. Fomos dormir abraçadas depois da transa maravilhosa. Tudo isso aconteceu ontem e tenho certeza que hoje teremos o segundo tempo. Estou aqui, deitada nua na cama dela e Laura está na cozinha preparando o nosso café da manhã.

35 views

Contos relacionados

Entrou no quarto e pegou a traição no flagra

Traição no casamento! Dona Maria traindo o Sr Carlos com o novinho

LER CONTO

Pegando carona com o sócio dei minha bucetinha

Olá, sou Carolina (fictício), morena e alta (1,80). Chamo atenção não só pelos belos pares de pernas, mas também por ter um charme natural e uma postura invejável. Sempre fui vaidosa, adoro...

LER CONTO

Papo Quente: Contos eróticos – não perca um!

O Papo Quente, quando o assunto é os contos eróticos , se especializa bem nessa ideia de variedades. Isso porque, as especificidades disponíveis e presentes no site são inúmeras. Tem contos...

LER CONTO

Tia, primas & Cia! O sobrinho trepando com todas.

Jonas é um rapaz muito bonito e passa o pau nas primas e tias. A putaria rola solta

LER CONTO

Troquei o marido pelo sogro pauzudo

Oi oi gente,  vou contar minha experiência para vocês. Bom, eu tenho 23 anos, 1,80m, 70kg, peitos durinhos, e uma bunda espetacular. Cabelo cacheado, até o meio das costas, olhos castanhos, boca...

LER CONTO

Rapidinha com o entregador do delivery

Numa sexta-feira da quarentena eu e as 3 garotas que moram comigo resolvemos dar uma Lingerie Party!! Colocamos lingeries maravilhosas eu estava com uma vermelha rendada com cinta liga. ...

LER CONTO

Eu, minha esposa e nossa empregada transando gostoso

Meu nome é Fernando, tenho 41 anos e sou casado já vai pra 15 anos com minha linda mulher. Nossa vida sexual sempre foi muita boa já que minha esposa é bem tesuda. Faz uns cinco anos que...

LER CONTO

Sedenta por pica gozou na webcam

Eu tenho uma certa estrada já nos caminhos do sexo virtual , desde jovem sempre gostei de me mostrar e de fazer as pessoas do outro lado gozarem como nunca, mesmo se elas nunca tivessem...

LER CONTO

Peguei a mulher de meu melhor amigo

Vou contar um fato que aconteceu comigo... Toco guitarra e meu amigo também, ambos somos casados, e sempre houve muito respeito, mas uma tarde de domingo me chamou para mostrar uma musica, chegando...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 3 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - xvideos - contos eroticos - contos eróticos - conto erotico - quadrinhos eroticos - contos de sexo - hentai - hentai porno
© 2022 - Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo