Sexo anal com vontade animal

Publicado em agosto 17, 2022
0 votes

A gente chegou e ele já foi me pegando e beijando com vontade, eu retribui um pouco e recuei. Apontei pra cama e disse:

-Tira a camisa e deita aqui.

Ele me olhou desconfiado mas acatou o pedido, então eu peguei suas mãos e comecei a amarra-las na cabeceira…

-O que é isso!?

Ele não gostava de não estar no controle, então olhei pra ele e disse:

-Confia… – E dei um sorriso malicioso

Quando vi que estava bem firme os nós subi por cima dele, encaixando meu quadril no dele, beijei sua boca lentamente. Ele me beijava com fome, então comecei a aprofundar no mesmo ritmo que ele, era um beijo erótico cheio de saudade e desejo, fui descendo Minha boca pelo pescoço, dei um gemido em seu ouvido e continuei trilhando os beijos descendo para o peitoral, comecei a sentir sua ereção dentro da calça. Ia descendo lentamente pra provoca-lo, passei pelo mamilo, barriga até chegar na calça; comecei a abrir e tirar bem devagar, eu podia ver seus olhos queimando em minha direção… Dei um beijo na ereção por cima da cueca e abaixei, seu pau saltou pra fora tamanha era a excitação, passei lubrificante em minhas mãos e comecei a massagea-lo conforme as técnicas do nosso deuso Mahmound, comecei com o espremedor de laranja.

Ele me olhava e parecia que a qualquer momento aqueles olhos iriam me consumir, mordia o lábio inferior e gemia, logo passei para a conchinha:

-Aaaaahhh minha putinha safada! – ele me xingava entre os gemidos.

Então comecei a chupar só a cabeça e ele estremecia de prazer, ver aquele homem daquele jeito me deixava loucaa. Depois de usar bastante minhas mãos comecei a tirar minhas roupas, fiquei completamente nua, subi por cima dele na posição de 69 mas sem abaixar meu quadril, comecei a chupar seu pau enquanto rebolava pra ele ver, fui descendo minha mão e tocando meu clitóris enquanto dava aquela piscadinha com o cuzinho, ele via tudo enquanto gemia, minha buceta estava toda meladinha de tão excitada que eu estava. Até que comecei a dedar meu cuzinho pra ele ver:

-Cachorra! Quando eu sair daqui você tá fudida!

Levantei e fui beija-lo de novo, que sugava minha boca faminto, dando mordidas pelo meu lábio. Sentei em cima daquele pau que já estava latejando de tanto tesão, mas sem encaixar dentro de mim, fiquei só por cima rebolando enquanto apertava meu peito. Dava pra ouvir o barulho da minha bucetinha toda encharcada roçando no pau dele, que dava gemidos e me xingava:

-Aaahhh filha da puta… Cretina…

Ele estava louco de tesão, e eu já não estava mais aguentando também, precisava dele dentro de mim. Então saí de cima dele e fui em direção as suas mãos, comecei a desamarrar e falei em seu ouvido:

-Agora eu vou soltar meu leão e ele vai poder fazer TUDINHO o que quiser com a putinha dele…

Eu mal terminei de solta-lo e ele já pegou meu pescoço, deu um rosnado e me puxou pra um beijo desesperado, me deitou com brutalidade ficando por cima de mim, suas mãos continuavam apertando meu pescoço, até que deu um tapa no meu rosto:

-Cachorra! Safada!

Então ele meteu o pau de uma vez com tudo dentro de mim, que dei um gemido alto de susto e tesão. Ele estocava forte, enquanto suas mãos continuavam segurando meu pescoço, nós dois gemiamos muito. Ele olhava dentro dos meus olhos como se quisesse me hipnotizar enquanto me dominava, era um nível surreal de intensidade. Ele anunciou que iria gozar e se derramou dentro de mim.

Sexo anal forte

Percebi que seu pau continuava duro, até que ele mandou:

-De quatro!

Me posicionei bem empinada e ele começou a esfregar a cabeça no meu clitóris, veio até meu ouvido e falou:

-Agora eu vou comer o cuzinho da minha putinha!

Colocou o pau bem na entradinha e começou a forçar devagarinho, eu gemia de dor e prazer ao mesmo tempo. Então ele começou a dar tapas na minha bunda, eu amava aquilo e ele sabia; ele batia e eu gemia bem manhosa de dor e prazer ao mesmo tempo. Ele me pegou pela cintura e começou a entrar cada vez mais, até que entrou tudo e ele parou pra mim me acostumar, mas eu precisava dele me fudendo e comecei a rebolar com o pau todo socado no cuzinho. Ele arfava de prazer e começou as investidas, primeiro devagar, até que começou a meter gostoso, forte mas tinha um controle pra não me machucar. Gemi demais com ele arregaçando meu rabinho.

-Aaaah tô gozando… – deixou minha bunda escorrendo seu leite – Você é gostosa demais.

Caímos na cama exaustos, olhamos um pro outro e começamos a dar risada do que tínhamos acabado de fazer. Ele me abraçou e ficamos assim.

27 views

Contos relacionados

Entrou no quarto e pegou a traição no flagra

Traição no casamento! Dona Maria traindo o Sr Carlos com o novinho

LER CONTO

Trai meu marido por vingança e ele gostou

Meu marido era motorista de aplicativo, me traiu com uma passageira, eu acabei descobrindo, sofri bastante, porém sou vingativa . Fiz um cadastro em um site de relacionamento, dei muita boa sorte,...

LER CONTO

Novinha dando gostoso

Me chamo Alice (nome fictício), tenho 21 anos e sou muito safadinha,sou tarada por sexo. Tenho um corpo normal, peitinhos bem redondos e uma bucetinha bem rosadinha e inchada. Certo dia estava...

LER CONTO

Tia, primas & Cia! O sobrinho trepando com todas.

Jonas é um rapaz muito bonito e passa o pau nas primas e tias. A putaria rola solta

LER CONTO

Minha vizinha tezuda me deu a bocetinha e o cu

Olá pessoal me chamo Jefferson (*). Bom oque vou contar realmente aconteceu comigo. Tinha uma vizinha que se chama Hilma(*) 1,65,  cabelos cacheados, olhos castanhos, cintura fina, bunda redonda e...

LER CONTO

Comendo a mãe safadinha do meu amigo

Aconteceu já faz um tempinho, eu tinha uns 30 anos na época e ela uma coroa de 55 anos, muito gostosa, era daquela mulheres que se cuidam. O marido não fazia mais nada, e ela muito atraente. ...

LER CONTO

Dei o cu pro bombeiro

Olá.... Sou loira, 31 anos. Pernas grossas, bunda grande, peitos deliciosos. Conheci um bombeiro num app e resolvemos nos encontrar. Sou virgem, mas com um fogo que ninguém apaga. Ele é uma...

LER CONTO

Foda da saudade

Olá, me chamo Bruninha*, tenho 20 anos, morena, corpo malhado, 1, 59, cabelos longos e cacheados. Sou casada com Luciano*, 27 anos, policial, moreno claro, corpo super malhado, 1, 80, e muito tarado...

LER CONTO

Sou a puta que meu padastro merece

Me chamo, Tarsila (fictício) tenho 25 anos moro com minha mãe e o meu padrasto Anderson (fictício), um homem de 52 anos. Sou mediana, branca e sempre tive um corpão pra pouca idade.  Minha...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 4 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - xvideos - contos eroticos - contos eróticos - conto erotico - quadrinhos eroticos - contos de sexo - hentai - hentai porno
© 2022 - Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo