Deixei o cara me chupar no banheiro

Publicado em maio 2, 2023

Dia de festa, micareta lá na minha cidade, eu não moro mais lá, estou atualmente na capital, mas sempre que dá vou lá pra visitar os velhos amigos, parentes, enfim, me divertir onde nasci, mas esse dia foi um pouco diferente, levei minha namorada comigo, pela primeira vez eu estava namorando. Menina linda, gente boa, nossa, eu estava muito feliz, apesar de ser um namoro recente eu sentia que ela que eu queria pra mim, todos gostaram dela, principalmente minha família!

Depois de conhecer a todos, passear pelos locais mais agradáveis, fomos pra casa descansar um pouco, afinal iria ter a festa mais tarde, e tínhamos que ir bem dispostos, pois queria dançar muito. Então chegamos em casa e fomos deitar, ela resolveu fazer uma massagem em mim, coisa que amo é massagem, e ela sabe fazer bem, tem mais boas, desconfio que já fez muitas massagens nos ex namorados!

O cara mamou meu pau no banheiro

Mas isso não vem ao caso, né? Nessa massagem eu fiquei muito excitado, comecei a dar uns beijos nela, fazer um carinho, mas ela adormeceu, estava muito cansada, eu então fui no banheiro bater uma punheta e me limpar logo lá!
Estávamos hospedados na casa de um primo meu, ele não é casado e nessa época trás muita gente também pra, várias amigos e amigas, e foi nessa que rolou a pegação, fui pra o banheiro e não fechei a porta, só encostei, quando estava lá no bem bom, pensando em putaria a porta abre e um rapaz me flagra na punhetinha, eu na hora virei pra o lado dele e fiquei sem reação, coloquei minhas mãos pra cima, fiquei muito constrangido, por que minha namorada estava no quarto, por que eu iria bater punheta, né? Mas resolvi desabafar pra ele entender…

Falei:

– Tô aqui batendo uma por que minha namorada dormiu bem no momento que eu iria começar uma preliminar com ela, estava muito cansada e eu não quis insistir, mas já que estava na vontade vim aqui me aliviar, perdão aí!

Ele respondeu:

– Se preocupe não, eu que abri a porta a porta sem perguntar se tinha alguém, essas coisas acontecem, super normal bater punheta mesmo tendo alguém pra transar, tem horas que temos que ter nossa privacidade!

Ele falou aquilo e fixou o olhar pra o meu pau, que estava inchado e duro, super na vibe de um oral!

Ele disse:

– Olha, não sou Gay, mas olhando sua rola tão linda, durinha, e você também é uma pessoa bonita, eu te pergunto se posso chupar?

Eu nem acreditei, que isso? O mano queria me chupar, mas não era gay? Será que ele já era acostumado e chupar, mas não queria afirmar que gostava de pau?

Eu estava afinzão de um carinho pra gozar, então falei:

– Sério, cara? Você já fez isso?

Ele disse:

– Já fiz sim, inclusive no dono da casa! Mas fica entre nós, gosto de chupar, mas sou discreto!

Ganhei um boquete de um estranho

Eu respondi:

– Olha, venha chupar, mas chupe bem gostoso, e eu quero que você engula, tá certo? Ah, e nada de falar pra ninguém!

Ele disse:

– Pode deixar, também não quero que fale nada pra ninguém, fica um segredinho nosso!

Então ele fechou a porta, me disse que todos que estavam em casa estavam descansado nos quartos, que não me preocupasse, e mandou ver!

Ele primeiro fez um carinho, aquele velha punhetinha, ele sabia fazer, afinal, devia fazer muito nele! E depois foi colocando a boca, chupando a cabecinha devagar, passando a língua, isso estava me deixando doido! Quando ele abocanhou minha rola toda eu segurei na cabeça dele firme e comecei a meter, era como se fosse metendo em uma vagina, eu olhava pra ele e ficava mais excitado em saber que era um homem me chupando, me sentia um dominador, por alguns minutos eu tive a certeza que quando é pra sentir prazer, não importa se for homem ou mulher, pelo menos pra mim, que senti muito tesão em estar sendo chupado por ele!

Ele continuava mamando meu pau, quando me colocou de costas e começou a passar a língua no meu cu, eu fiquei quieto e deixei, estava sentindo um prazer absurdo, ele chupando meu cu e eu passando a mão no meu pau, estaca quase gozando, ele enfiava a língua toda e metia o dedo, gente, que isso, gostoso demais!

Quando eu senti que estava já pra gozar, virei de frente e mandei chupar minha rola, pois estava quase gozando, ele me fez um pedido, que quando eu gozasse deixasse ele continuar chupando meu cu pra ele gozar batendo uma punheta, eu aceitei afinal uma delícia ser chupado no cu!

E assim fizemos, eu gozei na boca dele e ele engoliu, escorreu até e ele passou a língua, foi um orgasmos tão intenso que não esqueci até hoje!

Depois ele pediu pra eu ficar de quatro, isso mesmo, fiquei de quatro no banheiro, mas foi por uma boa causa, uma delícia, e ele continuou, batendo a punheta e me chupando, ele sugava, beijava, metia a língua, metia os dedos, e eu gemia baixinho de tesão!

Falei:
– Nossa, isso é muito bom, melhor que beijo na boca!( Brinquei)

E ele se animou, me chupou tanto que acabei gizando de novo, eu e ele batendo uma virado pra o outro, e dessa vez teve beijo, foi por instinto, a gente se beijando e gozando, foi incrível!

Quando terminamos ele falou:

– Amanhã quero de novo, viu! Vamos sair só nós dois, ir a algum lugar que possamos fazer tudo que queremos, se é que me entende!

O que eu entendi e que ele queria transar, e não vou mentir, eu queria também, falei:

– Pronto, amanhã a gente conversa melhor e decide pra onde ir, o que inventar pra minha namorada!

Nos despedimos e ele saiu, fiquei tomando banho e lembrando de tudo, que loucura, chegando lá no quarto minha linda namorada estava nua me esperando, não resisti, fui transar com ela sentindo ainda meu cu piscando querendo linguadas!

445 views views

Contos relacionados

Dormi na cama de um casal

Meu nome é Aninha e moro junto com um casal de coroas.Noite passada, fui no quarto deles e me enfiei no meio dos dois. Dona Maria estava no quinto sono e o tiozão já ficou de pau duro quando me viu de calcinha e sutiã. Foi só deitar com o meu bundão viradinho para ele e ...

Chupando o pau do segurança da balada

Buenas, sou gaúcho, bissexual, tenho 50 anos. Sou muito baladeiro. Fui numa festa, em uma cidade próxima a minha. A festa era num parque municipal. E tenho uma tara por fardados, seguranças e...

Dei o cuzinho ao caminhoneiro

Olá pessoas que gosta de um conto bem picante. Relato vivenciado. Sou Marcus (nome fictício), na época tinha 18 anos, 1.65 altura e 59kg. Quando voltava do colégio a noite passava em um posto...

1 - Comentário(s)

  • Rafael 21/05/2023 05:18

    Se quiser outro boquete em off é só falar rsrs

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 4 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.

Visite também os melhores sites porno, conheça os diretórios: thepornlist.net ,thebestfetishsites.com e pornwhitelist.com

porno - xvideo - sites porno - contos eroticos - contos eróticos - conto erotico - quadrinhos eroticos - contos de sexo - hentai - hentai porno - Mulheres Nuas - Sexo Amador - Pornô - Xvideos - Videos Pornô
© 2024 - Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo