Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo » Xvideos » Uma das melhores transa da minha vida foi com minha sobrinha

Uma das melhores transa da minha vida foi com minha sobrinha

Publicado em junho 23, 2021
0 votes

Este fato aconteceu há uns quatros anos atrás, minha sobrinha tinha seus 21 anos, na verdade ela é sobrinha da minha esposa, minha esposa é a irmã mas nova da família, a diferença de idade entre minha esposa e esta sobrinha dela é de 10 anos.

Eu lembro como hoje aquele dia de chuva e frio e estava fazendo um frio terrível naquele ano, a minha cunhada pediu para minha esposa cuidar da filha mas nova dela naquele final de semana que na época tinha 3 anos pois ela iria passar um final de semana em viajando com o marido. Esse local é uma cidade montanhosa  que é legal de passear na época de frio, é uma cidade charmosa e romântica, minha esposa aceitou pois gostava muito da sobrinha e filha mas velha da minha cunha,  trabalhava em um mercado, não tinha folga aos finais de semana por isso não daria para ela cuidar da irmã mas nova.

Quando eu cheguei do trabalho naquele dia era uma sexta feira a obrinha já estava em casa com minha esposa, e assim que entrei em casa minha mulher perguntou se eu não podia buscar o remédio de alergia pois a mãe da  esqueceu de levar, eu disse que iria sem problema a casa era próxima eu iria sim, só esperaria a chuva passar eu iria buscar o remédio.

A chuva deu uma trégua então fui buscar o bendito remédio, naquela noite que iria entrar como uma das melhores transa que tive na minha vida. A casa era um sobrado tinha um muro alto que dava para esquina pintado de amarelo já desbotado com algumas pichações, o portão era velho e não fechava direito, em baixo tinha duas casas de aluguel e morava um pessoal, e meus cunhados moravam em cima.

A casa era de herança do pai da sobrinha. O portão por ser quebrado sempre ficava aberto por isso eu entrei e nem fui percebido, subi as escadas o cachorro nem latiu devia esta com frio e também a chuva tinha ficado mas forte ele deveria esta deitado, minha camisa ficou ensopada por causa da chuva eu sou moreno tenho 1,91 de altura, sou careca, na época estava com 31 anos, não sou muito forte mas quem é moreno sabe que por natureza temos o corpo um pouco definido.

Eu e minha sobrinha sozinhos na casa

Peguei o remédio e fiquei em pé na cozinha mexendo no celular esperando a chuva passar, pois estava muito forte, tirei a camisa estava toda molhada, por causa da chuva que caiu quando eu estava chegando na casa dos meus cunhados quando de repente a porta da cozinha abriu de uma vez tomei um susto pois não esperava que ninguém entrasse por ela, era minha sobrinha que também levou um susto deu até um grito, ela também estava toda molhada.

Ela não é muito alta mas era uma delicia sempre teve um peitão que varias vezes tenho certeza me pegou encarando ela, é magrinha então os peitos realçavam muito os olhos delas são um castanho bem claro quase na cor mel, o cabelo é encaracolado e a boca dela e bem carnuda sempre me perguntava se buceta dela também era carnuda, o rosto dela é redondo e combina com o cabelo, ela sempre andou bem cheirosa, a bunda dela não é das grandes mas e redondinha uma delicia, ela é morena bem clara, por ela ser nova a barriga e zerada e tem uma tatuagem em um lugar que eu não sabia que ela tinha, mas isso eu explico mas para frente.

Por ela esta toda molhada sua blusa estava toda colada no corpo, ela estava de uniforme e a camiseta do mercado era um azul bebe bem clarinho quase transparente com o tecido seco e tecido estava molhado dava para ver tudo, foi então que eu pode ver o tamanho real daqueles peitões lindos, eu fiquei olhando devorando com os olhos e ela também me estava me olhando pois eu estava sem camisa, eu fiquei olhando ela e ela me olhando até que nosso olhares sem encontraram, eu fique super sem graça e ela também, expliquei para ela o motivo de esta na casa dela e por esta sem camisa ela sorriu sem graça e pareceu não se importa.

Ela saiu em direção ao quarto e falou que iria tomar um banho pois estava ensopada disse que eu podia ficar a vontade, eu disse que assim que a chuva diminuísse eu iria embora pois estava relampeando muito, ela balançou a cabeça com um sinal de positivo e entrou para o banheiro.

Eu mandei mensagem para minha esposa falando que iria esperar a chuva passa para voltar para ela não aparecer do nada lá na casa da irmã dela. Assim que a sobrinha entrou no banheiro comecei a pensar em um jeito em que pudesse olhar ela tomando banho, quando escuto ela me chamando.
– Tio, tio, será que você pode mudar a temperatura do chuveiro aqui para mim.

Eu achei estranho no momento ela me chamar de tio sempre me chamava pelo nome, e também achei estranho uma mulher não trocar a temperatura do chuveiro, mas fui com muita boa vontade fazer este favor para ela, quando eu entrei no banheiro vi que ela tinha deixado a roupa que estava usando pendurada e a calcinha esta por cima das peças de roupas era uma calcinha de renda vermelha, tinha umas pedrinhas que brilhavam, eu imaginei ela na vestida naquela calcinha devia se uma delicia, na hora que eu via a calcinha daquele jeito meu pau já começou ficar duro, na minha cabeça eu sabia que isso era errado, mas esta emoção de ter o proibido e intensa demais.

Uma das melhores transa da minha vida

Ela estava enrolada em uma toalha branca minúscula que cobriam pouco os seios dela e a bunda ficou metade para fora, quando reparei nisto o pau ficou duro na hora eu estava sem camisa só com a calça de moletom que também estava molhada o volume do meu pau aparentava de longe eu soltei uma piadinha.
– Nossa assim mata o tio do coração; que isso… como você cresceu.

Ela virou de lado empinando a bunda e disse
– você achou tio? Não fui só eu que cresci né, tem algumas coisas que eu estou vendo que cresceu muito também.

Falou olhando para meu pau. Eu sorri e disse.
– Estas coisas são imprevisíveis né?
– sim tio são imprevisíveis e grandes né, nossa!!

Meu pau não e tão grande é do tamanho normal 18 cm, mas ele é grosso, bem grosso, pensei em responde ela deste jeito, mas imaginei ela me chamando de safado e gritando tarado e ligando para minha esposa e os pais dela. Arrumei a temperatura do chuveiro e estava saindo quando ela me chamou e disse obrigado e me puxou e me deu um beijo na bochecha encostando aqueles peitos enormes e firmes em min, na hora meu pau quase rasgou a calça, mas eu tinha que pensa em muitas coisas para cair em uma tentação desta não é fácil dizer que sim e nem dizer que não, só quem passou por isso sabe como é, eu nunca tinha traído minha esposa e trair ela com a própria sobrinha era loucura.

Minha boca estava amarga a barriga estava gelada as mãos suando, mas o meu pau não estava nem ai para todos estes sinais. Eu fui saindo olhando para traz olhando para ela a minha cabeça estava pensando varias coisas, e ela sorrindo, ela sabia o quanto eu estava desejando ela, mas foi tudo muito rápido, nada planejado as coisas aconteceu eu sabia que não haveria outra chance como esta nunca, mas, ou era agora ou nunca. Ela falou.
– pode deixar aporta encostada eu vou fechar o Box.
-ok. Respondi. – acho que já vou, pois a chuva parece que diminui agora.
– Tá bom tio obrigado pelo chuveiro, mas uma vez.

Eu encostei a porta e ela fechou quase toda porta do Box ainda tinha uma parte aberta. Quando eu estava saindo voltei para ver se conseguia ver alguma coisa, mas o vidro do Box e o jeito que estava fechado não dava para ver mesmo com a porta do Box um pouco aberta, então resolvi tirar a idéia maluca de comer a minha sobrinha e ir em bora, o flerte com ela já tinha sido legal pensei. Quando estava descendo as escadas para ir embora minha esposa me ligou e falou para levar pizza, e se sobrinha já tivesse chegado para pergunta se ela não queria ir lá para casa comer pizza também já que ela estava sozinha, dei meia volta e foi pergunta para minha deliciosa sobrinha se ela iria querer chamei pelo nome dela, mas ela não respondeu, então cheguei à porta para chamar e a porta do box estava mas aberta então pode ver a sobrinha completa mente nua, ela era mas linda do que eu imaginava o corpo era em total sintonia os peitos dela era perfeitos abunda redondinha e água escorria pelo corpo dela fiquei hipnotizado, fiquei ali parado olhando a minha mão já estava dentro da calça passando a mão no meu pau, quando ela virou e me viu.

– Quer me matar de susto. Ela se escondeu um pouco atrás do vidro. – Você não disse que ia embora, o que estava fazendo ai.
– Vim pergunta se você não vai querer pizza, vou compra. ela saiu de trás do vidro e falou que queria sim. E continuo o banho na minha frente.

Como ela não se importou em continua o banho também não me importei em continua com a mão na minha rola.

– Tio agora que você já me viu pelada também quero ver você. Ela disse.

Tirei a minha rola para fora ela esta brilhando de tão dura que estava.
– Nossa tia como ela é grossa.
-vem cá da sua mão. – para que? Ela respondeu.
– Pega nele vê como meu pau esta pulsando por você. Meu pussava junto com a batida do meu coração. Ela pareceu hesitar por um momento, meu olhou e pegou na minha rola passando o seu polegar nas veias saltadas do meu pau sua não fecha inteira no meu pau por ser muito grosso ela escorrega a mão até cabeça da minha rola.
– Nossa tio como ele grosso, eu estou mesmo sentindo ele pulsa na minha mão. ela pegou na minha mão e colocou na buceta dela que era carnuda como sua boca.
– Eu tinha razão. Falei para ela.
– Sobre o que Tio? – Sua buceta é realmente grande e carnuda como sua boca, o gosto dela deve ser incrível.
– Eu gozo fácil quando chupam ela sabia tio !?.
– Serio? Eu respondi.

Peguei na mão dela e levei ela para cozinha deitada na mesa, puxei uma cadeira e comecei a chupar aquela buceta incrivelmente deliciosa, ela gemia baixinho se contorcendo, olhei para o rosto dela enquanto chupava aquela buceta e ela estava mordendo os lábios, com uma mão ela parecia se segurar na mesa e com a outra ela estava alisando um dos peitos, no outro peito tinha uma mão minha, os peitos dela são incríveis são durinhos e macios ao mesmo tempo, eu queria muito chupar aqueles peitos, mas eu não conseguia parar de chupar aquela buceta, eu passava minha língua pelo clitóris dela, abri bem as pernas dela e chupei aquele cuzinho que parecia ser virgem ainda e ela gemeu mas alto quando estava chupando o cuzinho dela ela me olhou espanta, mas com uma cara que estava adorando eu mordia as coxas dela e beijava junto ela começou aperta minha cabeça falando que ia gozar, eu de repente eu senti ela gozando na minha boca, nos fomos para a sala e deitamos no tapete da sala e fizemos um 69 continuei a chupar aquela delicia, meu pau não cabia direito na boca dela então ela chupava e lambia a cabeça do meu pau.

Eu falei para ela ficar de quatro para min.
– Minhas pernas estão tremendo titio. Ela falou enquanto se arrumava na posição que pedi. Quando ela falou isso eu dei um tapa na bunda dela.
– Você não viu nada sua cachorrinha, eu quero ver agora.

Quando eu vi aquela mulher de quatro na minha frente com aquela buceta linda, estava pingando de tanto tesão que ela estava. Eu abaixei a cabeça e dei um chupada naquele cuzinho tão pequeninho, ela deu uma gemida e falou

– Me come vai enfia esta rolona preta na minha buceta. Eu dei uma pincelada com a cabeça do meu pau na entrada da bucetinha dela, eu comecei a escorregar meu pau para dentro ela deu um gemido como se fosse de dor colocou a mão para traz com que pedindo para ir de vagar, mas eu estava no controle, eu sabia o que estava fazendo.

– Calma sua cachorrinha você é minha agora. Com uma mão segurei as mãos delas como se ela estivesse algemada, eu comecei a enfiar meu pau naquela buceta, no começo fui colocando devagar, realmente minha rola é muito grossa e ela gemia baixinho, eu senti a buceta dela engolindo meu pau até que entrou tudo, quando meu pau estava todo dentro dela eu dei um tapa na bunda dela.

– é uma cachorrinha mesmo né.

– Me come titio, acaba com essa buceta vai.

Comecei a bomba naquela peituda gostosa e os gemidos dela já não eram, mas baixinhos ela já gemia alto, senti a buceta dela apertando meu pau até que expulsou minha rola la de dentro e ela gozou mas uma vez, eu sentei e pedi para ela sentar no meu colo queria ver aqueles peitos pulando na minha cara enquanto eu fodia aquela buceta, foi incrível eles pulavam em sintonia eu fodia ela e mamava nos peitos dela até que não estava mas aguentando ela pediu para mim, gozar nos peito dela, e eu obedeci.

Depois que gozei ela chupou mas minha rola até seca a ultima gota de porra do meu pau. Já estava ficando tarde e eu precisava ir em bora eu queria aquela mulher só para min. Eu nunca gozei tanto que nem aquele dia. Ela não quis ir para minha casa para comer a pizza disse que precisa descansa.

Saímos mas algumas vezes e toda vez sempre parecia ser melhor, até ela começar a namorar e quase não encontrávamos, mas até nos encontramos em uma festa da família em um sitio e ganhei um presente dela. Mas fica para próxima.

7331 views

Contos relacionados

Pegando a empregada bunduda de jeito

Fudendo o cuzinho da empregada bunduda no banheiro de casa ... Um verdadeiro tesão!

LER CONTO

Minha putinha sabe muito bem como me satisfazer

A putinha, ainda mais puta! Olá senhoras e senhores, estou de volta para contar as aventuras da mulher mais puta, além de linda. Os relatos, como vcs sabem, são verdadeiros e quem insiste para...

LER CONTO

Fissurado por bundas de mulheres

O fato que vou narrar aconteceu aqui em minha cidade, sair do quartel para fazer um checape de rotina em uma clinica, entrei, peguei a senha e fiquei aguardando minha vez, momentos depois fui atendido...

LER CONTO

Pegando um bronze

Para Os Sacanas, todo dia é dia de sol... Dona Maria e Aninha pegando um bronze e Carlinhos só de olhos nas duas de topless...

LER CONTO

Orgia na minha empresa – As safadas do trabalho

Sempre Trabalhei em grandes empresas na na área industrial, mais depois dos 40 muitos patrões acham que você está velho e não vai dar conta do recado, quase dois anos desempregado sem arrumar uma...

LER CONTO

Transei com a gata da academia em uma terreno baldio

Olá, vou contar aqui uma história que mais parece enredo de filme pornô(rs) mas aconteceu comigo. Estava numa fase muito ruim e não tinha ânimo pra nada. De tanto meus colegas e familiares...

LER CONTO

Essa mulher vai gozar e ter orgasmos múltiplos no nível máximo

Quero que leia cada palavra, pois ...sonhei com você e passei mais de uma hora digitando tudo isso de coração pra ti. São coisas bem safadas porque estou extremamente carente e louco pra ter você...

LER CONTO

Orgia com a mulher safada do meu chefe

No ano passado, eu trabalhava em uma firma de exportação.... Meu chefe vivia de baixo astral. Um dia , cheguei nele e perguntei porque de tanto desanimo. E ele resolveu se abrir comigo. Me contou...

LER CONTO

Ela quis experimentar uma DP

Sobre ela, é uma loira natural de estatura mediana, pernas grossas, olhos e pele clara, cabelo comprido e uma bundinha que é uma delícia. Pois bem, quero que saibam que essa história é...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 4 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - xvideos - contos eroticos - contos eróticos - conto erotico - quadrinhos eroticos - contos de sexo - hentai - hentai porno
© 2021 - Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo