Trepando com a irmã

Publicado em setembro 25, 2020
1 vote

Bem, me chamo Bruno(*), tenho 18 anos, sou alto 1,94, meio magro e bem dotado. Vou contar sobre umas das minhas aventuras com minha irmã, que é uma loirinha, rabuda e baixinha, chamada Luciana(*).

Bem… algum dia posso contar como comecei a transar com ela e como chegamos no ponto desse conto, mas isso é para outro dia.

Depois de um tempo vivendo uma relação com minha irmã nós nos acostumamos a andar pelados pela casa e namorar quando estávamos a sós. Em um belo dia depois de dormir com ela, acordei e não vi ela na cama. Nisso dei um grito:
– Lu onde vc tá!??

Ela me responde:
– Tô na cozinha vem que o café tá quase pronto e estamos sozinhos!

Metendo no cu da irmã

Nisso já levantei sem roupa msm e fui para a cozinha, e me deparo com ela só com um blusão meu que parecia um vestido nela. Ela já me olha com uma cara de safadinha e diz:
– Durmiu bastante hein maninho, pelo visto dei trabalho ontem.

E eu respondi:
– É…. deu mesmo mas ainda quero mais.

Nisso ela estava na pia pegando algumas xícaras e eu simplesmente me abaixo e começo a chupar ela. Ela um pouco resistente fala:
– Para mano, acabamos de levantar, vai dizer que já quer me comer???

Eu respondo:
– Claro que sim, vc me deixou maluco empinando essa buceta aí na pia.

Ela simplesmente me dá um sorriso safado e começa a pedir pra eu chupar mais. Depois de um tempo ela diz:
– Aaaaiii seu safado vou gozar!! Continua…. não para!!

Eu obedeço e ela goza. E eu claro, chupo todo o mel dela, ela treme a perna e fica de joelhos pra mim. E falo:
– Agora é sua vez, abre essa boquinha que vc vai ganhar leite de café da manhã.

Ela obedece e eu fodo aquela boquinha dela com força, ela deixa meu pau todo babado e eu logo gozo nela. Ela não curte muito engolir goza mas eu segurei e falei:
– Quero ver vc engolir, já disse que vai ganhar leite.

Ela aceita e engole meu gozo e diz:
– Seu tarado, quase engasguei com tanto leite, mas tava delicioso. E agora vai fazer o que??

Mal ela termina a frase e já levanto ela pondo na pia seu corpinho e empinando bem aquela bunda, ela já me deu o cu e adorou então de vez em quando eu como ele de jeito.

Falei pra ela abrir bem as pernas que ia arrombar aquele cuzinho dela. Ela com uma voz fofinha e safada diz:
– Aí maninho logo cedo já quer me comer todinha, desse jeito me acostuma mal com sua pika.

Respondi pra ela:
– É melhor ir se acostumando, não penso em largar vc tão cedo.

Ela diz bem alegre e abrindo bem a bundinha dela:
– É por isso que e te amo, mesmo safado é carinhoso, agora come meu cuzinho vai!

Como meu pau tava todo babado ele entrou fácil no cuzinho dela, e fui bombando forte, depois de uns 15 min nesse vai e vem, ela diz que vai gozar. Eu falo:
– Tô quase lá também, vou gozar dentro msm!

Ela responde:
– Vai meter assim gostoso, pode gozar dentro de mim quero sentir seu gozo lá dentro.

Ela termina a frase e nós dois gozamos, eu gozei forte mesmo depois do boquete, a gente fica um pouco parados pra descansar. Depois de um tempo ela fala:
– Amo quando vc me pega desse jeito, de surpresa, pode fazer sempre.

Eu respondo:
– Vou continuar mesmo, e vc aí, tô estou esperando ser acordado por um boquete ou com vc em cima de mim?

Ela diz:
– Mas é muito safadinho mesmo, ainda bem que é só meu.

Eu concordo e dou um beijo nela tirando meu pau do seu cu e ela retribui o beijo. Como estamos suados e ela toda gozada, falo pra irmos pro banheiro tomar um banho e ela concorda.

Tomamos um banho onde ela me chupou mais um pouco e fomos tomar café. No meio do café ela me diz:
– Aí mano vc me comeu gostoso antes, quero de novo de tarde, vamos aproveitar que estamos sozinhos, quero sentir esse pau de novo.

Eu respondo:
– É vamos aproveitar mesmo hoje.

Já puxou ela pra sentar no meu colo e começos a trocar alguns beijos e carícias. Mas isso é pra outro conto, logo escrevo mais, espero que tenha gostado desse conto pois eu estou amando viver ele.

(*) Os nomes são fictícios afim de preservar a verdadeira identidade.

4984 views

Contos relacionados

Filha anjinha ou diabinha

Ao ficar espiando os pais transando, Aninha fica encantada com o conjuntinho vermelho de sua mãe! Na noite seguinte, a caçula da família decide provar a tal peça íntima... Já vestida com a lingerie, a safadinha passa na frente do pai, em direção à cozinha. Nessa hora, seu pai já começa a ter pensamentos eróticos...

LER CONTO

Novos segredos de sexo entre primos

Certa vez eu estava com um tesão grande, a tempos no 0 x 0 com minha parceira, trocando mensagens com minha prima, a pouco tempo ali tinha dado placar. Nós conversando pelo whatts, ambos com muito...

LER CONTO

Eu, meu marido e minha irmã mais velha

Ola, esse e meu primeiro conto já peso desculpas pelos erros e pontuações que não foram corrigidos pois estava com presa . Bom, sou magra, morena de pele clara, 24 anos, sou casada a 5 anos  e...

LER CONTO

Minha meia irmã me mamou gostoso

Eu sempre tive uma queda pela minha meia irmã. Mas nunca sabia que essa mera queda poderia tornar algo tão forte ao ponto de eu cometer um pecado(ou não?) Tudo começou quando ela veio aqui em...

LER CONTO

A mãe tarada e o filho nerd

A mamãe super tarada e o filho nerd vão ter uma boa trepada.. Ela está doida para tirar a virgindade do filho...

LER CONTO

Presente de aniversário para o filho foi a buceta e cuzinho

Minha namorada, Tereza(*), tem dois filhos, Guilherme(*) de 18 anos e Aninha(*) de 22. O que vou contar agora é sobre o presente de aniversário de 18 anos do Guilherme. Tereza em casa sempre...

LER CONTO

Metendo o pau na buceta da minha tia

Ola! Já escrevi vários contos para o site contando algumas aventuras da minha vida, eu vivo na putaria desde de novo. Sou moreno com um pau de 19cm, alto e forte e vou contar da vez que comi...

LER CONTO

Sexo com a prima gostosa

Olá, meu nome é Iuri* e vou contar como começou meu relacionamento com uma prima minha. Sempre fui muito ligado à família, principalmente minha madrinha e meu padrinho. Meu padrinho teve um...

LER CONTO

Passando bronzeador na bunda da minha irmã

Olá contar uma história de incesto real, na época do acontecido eu tinha 25 anos e minha irmãzinha tinha 19 aninhos. Foi então que meus desejos pela minha irmã começou a aflorar, imaginem...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 1 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - quadrinhos eroticos - hentai - xvídeos - xvideos - Xvideo
© 2020 - Contos eróticos – Contos Pornô com Histórias Reais
error: