Transando gostoso no carro

Publicado em agosto 6, 2020
2 votes

Conheci o Guilherme (*) num blog de encontros para Sexo. Meu casamento andava monótono e eu quis apimentar minhas masturbações. Lá, postei umas fotos minhas que davam ideia do meu corpo que é bem feito e sarado. Tenho silicone nos seios o que leva os homens em geral a babar. Uma cintura fina e um quadril de maias de 100 cm. Uma bunda redonda e durinha. Tenho 40 anos e sou muito bem cuidada.

O Guilherme me pareceu uma opção interessante, 1,90 cm, 30 anos, corpo malhado e braços musculosos, bonito e inteligente. Formado em agronomia e veterinária. Estava se separando e muito carente. Nossos papos eram muito picantes e eu estava louca pra conhecê-lo pessoalmente.

Uma tarde ele disse que estava de bobeira, peguei o carro e inventei que ia ao salão, passei no apartamento dele e o peguei pra conversar, queríamos nos conhecer e saber se a química entre nós era real ou só coisa virtual.

A princípio ficamos meio tímidos. Falávamos de tudo sem deixar de nos comer com os olhos. O tesão estava latente. Queríamos nos tocar mas nos mantínhamos controlados. Dirigi a esmo pela cidade, rodava sem saber onde ir. Até achar um prédio fechado, com um amplo estacionamento de frente pra um terreno baldio. Casas em volta não tinham a visão do interior do carro que tinha filme nos vidros. Ficamos parados nos segurando e olhando um nos olhos do outro. A eletricidade estava palpável. Quase saindo faísca. Nossa química era perfeita. Sentia a excitação crescente entre nós.

Transando no carro com rapaz do blog de sexo

De repente, planos no pescoço um do outro. Começamos nos beijando com muita volúpia. Explorávamos nossos corpos com as mãos e nossas bocas se consumiam. Suas mãos ágeis me invadiam o vestido, um chemise curtinho e aberto na frente com botões que fiz questão de abrir. Ele me beijava os seios. Mordia, mamava. Enquanto me masturbava sob a calcinha minúscula.

O tesão era tanto que já tirei a calcinha num gesto rápido, ficando livre pra que ele pudesse me penetrar com os dedos e língua. Minha buceta molhada fazia o líquido escorrer perna abaixo . O pau dele, não era grande, mas grosso o suficiente. Me deitei no colo dele e mamei aquela gostosura. Chupava seus testículos e deslizava minha língua por toda aquela pica deliciosa. Me detinha na cabecinha grossa e rosada que babava me deixando ainda mais tarada. Uma hora me chupava e sua língua ia e vinha num movimento frenético. Eu gemia e rebolava sob o comando daquela boca sedenta. Nos revezávamos um no outro com avidez.

Entre muitas chupada mútuas ele me puxou pra cima dele. Nossa, foi uma loucura só, encaixei minha buceta naquela pica e quicava em cima com a ajuda das minhas pernas dobradas. Ele enfiava as mãos no meu bumbum e socava o dedo no meu cuzinho. Abri meu vestido oferecendo a ele meus seios duros e excitados. Me beijava e me dizia loucuras. Me chamava de gostosa e putinha. Esquecemos onde estávamos. Gozamos juntos. Minha buceta escorria o leitinho dele que se misturava ao meu mel. Ficamos abraçados por um tempo enquanto nossos corpos voltavam ao normal. Fazia tempo que eu não fazia uma loucura daquelas.

Voltei pro meu banco ainda trêmula. Nos arrumamos e eu voltei a dirigir, deixando-o em casa. O cara era delicioso. Fiquei louca. Prometemos nos ver de novo. Voltei pra casa com o humor renovado e o tesão totalmente em dia.

(*) Nome fictício

2764 views

Contos relacionados

Filha anjinha ou diabinha

Ao ficar espiando os pais transando, Aninha fica encantada com o conjuntinho vermelho de sua mãe! Na noite seguinte, a caçula da família decide provar a tal peça íntima... Já vestida com a lingerie, a safadinha passa na frente do pai, em direção à cozinha. Nessa hora, seu pai já começa a ter pensamentos eróticos...

LER CONTO

Rapidinha com o entregador do delivery

Numa sexta-feira da quarentena eu e as 3 garotas que moram comigo resolvemos dar uma Lingerie Party!! Colocamos lingeries maravilhosas eu estava com uma vermelha rendada com cinta liga. ...

LER CONTO

Minha Irmã safada chupou meu pau e me deu o cu

Tenho 22 anos, 1.80, 75kg, loiro, de olhos verdes, corpo definido, musculoso, e tenho uma irmã de 26 anos, 1.70, 50Kg, loira, gata e gostosa. A dois meses acabei meu namoro e estava com muito tesão...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 2 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - quadrinhos eroticos - hentai - xvídeos - xvideos
© 2020 - Contos eróticos – Contos Pornô com Histórias Reais