Contos eróticos - Contos Pornô com Histórias Reais » Contos Picantes » Sexo na rua escura com a passageira do aplicativo

Sexo na rua escura com a passageira do aplicativo

Publicado em setembro 14, 2020
0 votes

Sou motorista de aplicativo e seguidamente pego passageiras muito queridas. Sempre fico louco que uma delas me deixe claro que tá a fim de algo. Sempre dirijo louco de tesão imaginando que uma hora vai rolar. Até que no início deste mês  aceitei um chamado.

A passageira entrou e já foi me saudando toda querida, muito simpática. Garota simples, o que eu particularmente adoro.

Papo vai, papo vem, descubro que ela trabalha na área da higienização do prédio onde a peguei. Também que é evangélica ( mas não das fanáticas, disse ela) , casada… Ela tava bem falante.

Transei com minha passageira

A viagem até o destino dela duraria mais uns 40 min . No meio da conversa, de repente ela deixa escapar que o marido dela é muito gente boa mas que em outras coisas deixa a desejar. Eu olhando ela pelo retrovisor já imaginando aquela boquinha linda  no meu pau. Tava vestida muito bonitinha e com um certo decote que me deixa louco. E aquele jeitinho dela falar já tava me enchendo de desejos ainda mais.

Com a brecha que ela deixou eu disse a ela: Ele deixa a desejar em que sentido?

Ela respondeu: Ah, tu sabe, na cama né?

Aí, pensei: Nossa, vou tentar, foda-se.

E perguntei: E você tá com muita vontade?

Ela deu um sorrisinho cheio de tesão e disse: o que você acha?

Eu disse: você deve estar subindo as paredes.

Ela responde: Nem me fala moço.

Meu pau nessa hora tava duraço. Passei a mão nele, ela percebeu e chegou a lamber os lábios inconscientemente.

Aí eu falei: Não quer sentar aqui na frente, do meu lado?

Ela me olhou bem meiga e disse: pode ser.

Nossa, fui a loucura. Isso já era um sim pra foda. Parei o carro para vir para frente. Ela sentou. Continuei a dirigir. Peguei mão dela, ela apertou a minha fazendo um carinho.

Você é linda e muito sexy, sabia? Disse eu.

Ela ficou um pouco vermelha e disse: Ai, obrigada!

Quer ver como você me deixou?

Ela: Aham.

Aí, botei a mão dela no meu pau por cima da calça de abrigo.

Ela disse: Nossa, que pauzao!

Aí começou a se soltar. Coloquei a mão no meio das pernas dela e senti o calor da buceta pegando fogo. Ela tirou meu pau pra fora e começou a punhetar. Parei o carro num local seguro. Tirei o cinto de segurança meu e dela, lasquei um beijo demorado enquanto a gente se arregaça, desci a boca nos peitos e comecei a mamãe ali mesmo.

1351 views

Contos relacionados

Filha anjinha ou diabinha

Ao ficar espiando os pais transando, Aninha fica encantada com o conjuntinho vermelho de sua mãe! Na noite seguinte, a caçula da família decide provar a tal peça íntima... Já vestida com a lingerie, a safadinha passa na frente do pai, em direção à cozinha. Nessa hora, seu pai já começa a ter pensamentos eróticos...

LER CONTO

Dando muito pro cara do badoo

Me chamo Gisela(*), tenho 25 anos, loira, gosto de treinar então tenho 60kg bem distribuídos, seios e bunda grandes, o que sempre fez os homens ficarem loucos. Em uma das minhas várias viagens a...

LER CONTO

Provocações de uma esposa safada acabou em uma boa foda

Essa é a primeira vez que vou publicar algo referente a nossa vida sexual. Bem, eu sou moreno, 1,80, magro porém malhado de acadêmia. Minha esposa loira, 1,70, uma bunda maravilhosa, um par de...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 1 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - quadrinhos eroticos - hentai - xvídeos - xvideos
© 2020 - Contos eróticos – Contos Pornô com Histórias Reais