O dia que comi um Miss Plus Size

Publicado em maio 17, 2021
0 votes

Sou um cara de 38 anos, 1.80 de altura, gordinho e barbudo, daqueles com a cara emburrada. Sou casado e sempre fui um admirador de mulheres gordinhas. Quando passo nas ruas, fico admirado com tanta gordinha linda e gostosa que tem nesse mundão. Não é atoa que casei com uma delas que é muito linda e gostosa.

Porém, essa história que vou contar não é uma daquelas de marido e mulher. Isso aconteceu comigo de uma forma que eu não esperava, pelo menos não busquei para que desenrolasse dessa forma. Deixarei de enrolação e vamos aos fatos.

Certa vez, estava no facebook, num grupo onde homens dão dicas a outros homens de para cuidar da barba. Nesse grupo, sempre aparecem mulheres pra admirar as fotos dos caras, e muitas delas adicionam os homens como amigos e daí por diante não sei o que acontece. Sei que, um dia, postei uma foto minha mostrando o brilho de minha barba. Nisso, algumas garotas me adicionaram como amigo e dentre elas uma gordinha, que me adicionou em outro grupo onde só tinha homens barbudos e Gordinhas. Cara, me achei naquele Grupo! Só mulher linda!

Conheci garotas de todo o Brasil, só que nunca achava nenhuma de minha cidade. Até que um dia, no meio de muita descontração de uma brincadeira do grupo, conheci uma mulher. Ela era uma morena de cabelos cacheados, muito volumoso, tem por volta de 1,75 de altura, aquele tipo de gordinha que é bem gostosa, sem excessos. Alice tem uma boca muito carnuda e macia, um par de seios que me chamaram a atenção desde a foto de perfil. Na dinâmica do Grupo de Gordinhas, deveríamos por uma foto nossa, falar a profissão, lugar onde mora e esses tipos de informação. Dei aquele like maroto na foto da dela e comentei: “Aleluia! Finalmente achei alguém de minha cidade!”

Ela reagiu ao comentário com um coraçãozinho e já me adicionou no facebook, me chamando no chat. Conversamos, nos entendemos demais, ela contou que alguns anos foi Miss Plus Size aqui na nossa cidade e que era formada em Tecnologia da informação mas que trabalhava como maquiadora. Contei de meu trabalho e que era casado, e ela já disse que era uma pena eu ser casado. Aquilo acendeu meu alerta e continuamos a conversar por muitos dias.

Todos os dias ela mandava mensagens de bom dia e uma foto ou um videozinho mandando beijos. Até que um dia ela me mandou um video cobrando um encontro nosso. Eu por muitos dias eu relutei, até que um dia eu não resisti e quis conhecer ela pessoalmente.

Comi a gostosa Miss Plus Size

Marcamos um encontro no Shopping onde ela trabalhava em um salão de cabelereiros. No horário marcado, na praça de alimentação estava lá com uma calça jeans colada que realçava as pernas e a bunda gostosa que ela tem.

Quando cheguei na frente dela, ela estava olhando a tela do celular e quando me viu deu um sorriso lindo que não esqueço nunca. Conversamos por uma hora até que eu disse que precisava ir embora e liberar ela pra que ela voltasse ao trabalho. Pedi que ela me acompanhasse até o carro. Quando lá chegamos, fui me despedir dela, dei um abraço e um beijinho no rosto dela, que marotamente virou um pouquinho o rosto e o beijo pegou no canto da boca. Fiquei surpreso e olhei pra ela, que já estava lubrificando os lábios e de olhos fechado.

Não resisti e dei um beijo muito gostoso nela. Convidei ela pra entrar no banco de trás de meu carro. Dentro do carro, trocamos mais beijos, abraços e minha mão começou passear nos seios dela. O clima esquentou dentro do carro, eu já estava com o pau trincando e ela passou a mão nele por cima da calça e comentou : “Nossa! Isso tudo é seu mesmo?” Eu disse que sim, e que poderia ser dela também no dia que ela quisesse.

Com uma mão ela abriu minha calça e com a outra mão pegou o celular. Jurei que ela iria tirar uma foto de meu pau, mas ela ligou no salão, informando que tinha acontecido um imprevisto, e como o movimento estava fraco, ela iria embora. Enquanto ela conversava no telefone, ela deu uma cuspida na cabeça de meu pau e começou lentamente a bater uma punheta gostosa pra mim. Nesse momento ela começou a chupar minha rola de uma forma muito gostosa.

Eu sugeri que fossemos a um lugar melhor e mais confortável. Saímos do shopping e fomos pra um motel. No caminho ela foi mamando minha rola feito como uma faminta, quando chegamos no motel, o acesso da garagem ao quarto é por meio de uma escada, e ela ia subindo na minha frente, e aquela bunda maravilhosa rebolando na minha frente já me deixou mais excitado ainda.

Quando chegamos ao quarto, abracei ela por trás e dei uma apertada nos seios dela e já tirei a camiseta dela e beijando o pescoço dela. Deitei ela na cama e já desabotoei a calça dela e fui tirando lentamente e vi que ela usava uma calcinha minúscula, até parece que fez tudo de caso premeditado. Deixei ela de calcinha e sutiã e fui beijando  ela na cama e já tirando minha roupa também.

Quando estávamos já só com as roupas de baixo me deitei com ela e a beijei de uma forma que fosse inesquecível para ambos. Retirei seu sutiã e comecei a mamar naqueles peitão gostoso. Ficava alternando entre beijar aquela boca maravilhosa e mamar aquelas teas divinas. Meti uma das mãos dentro da calcinha dela e a bucetinha gordinha estava quentinha e lisinha. Já arranquei a calcinha dela e fui chupar aquela bucetinha linda. Gordinha, Lisinha e toda molhadinha.

Cada linguada que eu dava naquela buceta, ela apertava minha cabeça com as pernas e empurrava meu rosto contra a buceta dela. Chupei tanto ela que fiquei com a boca dormente. Chupei ela até que ela começou gemer e pedir pra não parar, porque ela estava quase gozando. Ela gozou na minha boca e pediu pra que eu metesse nela naquele momento.

Na posição de papai mamãe, coloquei meu cacete na bucetinha lubrificada dela e quando a cabeça entrou, fiz questão de fincar a rola com toda a força. Ela deu um grito, num misto de dor e prazer e eu senti aquela bucetinha apertadinha envolver minha rola. Meti gostoso demais, ela gemia e pedia pra eu foder ela mais ainda. Nem parecia aquela mulher de jeitinho meigo. Ela gritava e gemia de prazer pedindo pra eu fuder ela mais ainda.

Ela cravou as unhas nas minhas costas e quanto mais eu metia, mais ela rasgava minhas costas com aquelas unhas enormes. Eu meti naquela mulher de uma forma que eu nunca tinha metido. Dei o melhor de mim pra ela. Enquanto metia naquela bucetinha lisinha, eu ficava olhando minha rola entrando, observava aqueles peitões lindos balançando em minha frente e ela de olhos fechados se contorcendo de prazer. Confesso que tive que maneirar o rítmo pra não gozar vendo aquela cena e imaginando aquela delícia sendo minha.

Ela pediu pra que eu a comesse de quatro. Quando a coloquei de quatro, aquela bunda que era grande praticamente dobrou de tamanho! Eu pedi que ela se apoiasse nos cotovelos e empinasse aquele rabo lindo e gostoso. Meti naquela boceta loucamente! Eu enrolei aquele cabelão dando umas duas voltas na minha mão e meti ferozmente naquela buceta e chamei o tapa naquela bunda! Cada tapa que eu dava ela me xingava de safado, cachorro, pedia pra eu fuder a minha putinha e a chamasse de safada.

Eu apoiei o cotovelo do braço em que eu estava com a mão enrolada nos cabelos dela, e isso fez com que ela empinasse mais ainda a bunda dela. Nisso, eu passei o polegar no cuzinho dela enquanto estava comendo a bucetinha dela e ela pediu: “Amor, Come meu cuzinho!”

Antes de comer o cuzinho dela, eu contemplei a cena que o espelho me mostrava. Aquele rabão empinado, a cara de prazer dela, os peitões balançando a cada bombada que eu dava. Fotografei aquela cena em minha mente em cada detalhe e então parti pra comer aquele cuzinho.

Não foi um trabalho fácil. Peguei um lubrificante do motel e passei no meu pau e melei o cuzinho dela todinho. Preparei meu cacete e a cabeça tinha dificuldades de entrar. Cada vez que forçava um pouco ela dizia: “Ai amor, cuidado com meu cuzinho.” Eu fui bem calmo e persistente até que a cabecinha entrou. Quando isso aconteceu, meti mais lubrificante e em pouco tempo estava com o pau todo dentro do rabo dela.

Essa mulher gritava e pedia que eu metesse mais no cuzinho dela. Quase gozei com aquele rabinho apertado, então mais uma vez eu baixei a bola pra me conter. Ela pediu que eu a comesse a bucetinha de novo. Então a coloquei de ladinho e de frente ao espelho pra que ambos pudessemos nos ver em nossa melhor performance. Depois de algum tempo metendo de ladinho e observando meu pau invadir aquela bucetinha e admirando aqueles peitões lindos eu pedi que ela viesse por cima de mim. Puta que pariu! Que mulher gostosa.

Ela cavalgava em minha rola loucamente e colocava os braços e mãos entre os cabelos e gemia loucamente. Enquanto cavalgava em minha rola eu vi a fisionomia dela mudando e ela anunciou que iria gozar novamente. Dessa vez quando ela gozou, pude sentir o caldo quente escorrer sobre mim. Quando ela gozou, ela caiu deitada ao meu lado e pediu pra mamar meu cacete. Foi nesse momento que eu fiquei de pé na cama e ela ajoelhou e mamou minha rola loucamente.

Mais uma vez eu olhei aquela gordinha gostosa mamando e punhetando minha rola pelo espelho. Que cena inesquecível meus amigos! Me deu uma vontade louca de fazer uma espanhola naqueles peitos, então me sentei e ela ajoelhou fora da cama e botou meu pau entre os peitos dela e enquanto ela mamava meu cacete fazia a espanhola.

Ela chupa uma rola de uma forma que se assemelha a uma profissional. Ela mamou tanto que veio a vontade de gozar e eu fiquei de pé e fiz questão de gozar na boca dela. Foi tanta porra que ela chegou a engasgar e cuspiu toda aquela porra nos peitões dela. Acho que gozei quase meio litro. Depois disso caímos na cama e descansamos e chegamos até a tirar um cochilo e depois fomos tomar um banho juntos e repetimos tudo no banheiro e logo em seguida fomos embora.

De lá pra cá, sempre que sobra um tempinho em nossas agendas, a gente casa nossos horários e repetimos tudo. Isso já se vão uns 4 anos e não tem um mês que a gente não se encontre pelo menos uma vez. Já consideramos que temos um relacionamento, e o melhor de tudo é que ela sabe que sou casado e não me cobra nada além do Sexo.

6010 views

Contos relacionados

A novinha do rabo grande ... um cuzinho para comer de gula

A novinha do rabo grande ... um cuzinho para comer de gula

LER CONTO

Transa universitária: Minha primeira foda lésbica

Eu...sempre fui hétera até conhecer ELA, cabelos pretos e longo ,magrinha mas o jeito dela me atraia bastante. Não era assumida mas algo em mim me dizia que ela era Sapa! Entre Indas e vidas...

LER CONTO

Transando com a síndica

Esse é meu primeiro conto, no dia 12 de junho estava eu em casa do lado de minha esposa, e ao entrar no app de encontros vi a síndica e no impulso dos meus desejos mandei um boa noite e pedi...

LER CONTO

Que delícia! Um filminho cheio de sacanagem onde tudo acontece!

Que delícia! Um filminho cheio de sacanagem onde tudo acontece!

LER CONTO

Dei para o namorada de minha amiga

Alguns meses se passaram desde minha transa louca com três colegas e um aluno foi transferido de outro pólo...era bombeiro, tinha 30 anos, moreno, forte e um sorriso super excitante. Usava óculos e...

LER CONTO

Peguei a mulher de meu melhor amigo

Vou contar um fato que aconteceu comigo... Toco guitarra e meu amigo também, ambos somos casados, e sempre houve muito respeito, mas uma tarde de domingo me chamou para mostrar uma musica, chegando...

LER CONTO

Comi a secretária casada do meu trabalho

Trabalho como chefe num escritório e tinha uma colaboradora que toda vez que eu passava pela mesa dela, ela ficava olhando com cara de tarada, depois começou ir minha sala sempre com algum...

LER CONTO

Comendo a esposa e o corno

Olá sou novo aqui, e hoje vou contar o que me aconteceu faz pouco tempo. Estava desanimado da vida, a médica que eu transava no trabalho foi embora para outra cidade, eu parei de fazer as...

LER CONTO

Viagem com uma boa foda

Olá eu tenho trinta e dois anos, sou casada a doze anos e estamos em um momento meio crítico sexo já não é bom há muito tempo, não sei quando foi a última vez que senti um orgasmo com ele,...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 5 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - xvideos - contos eroticos - contos eróticos - conto erotico - quadrinhos eroticos - contos de sexo - hentai - hentai porno
© 2022 - Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo