Minha cunhada é minha puta

Publicado em outubro 11, 2020
0 votes

Olá amigos do conto, tudo bem com vcs? É minha primeira vez aqui e vou relatar a transa gostosa que tive com a minha cunhada puta.

Meu nome é Gustavo(*), esposa Anna (*) e cunhada Paula(*), então vamos lá ao conto.

Eu tenho 40 anos ,1,76 de altura, cabelos e olhos e castanhos, boa aparência e 19 cm de rola grossa e cabeçuda.

Esposa 31 anos, cunhada 29 anos, ambas morenas, seios médios, 60 kg, as duas, 1,56 de altura as duas, bundudas,  esposa uma buceta linda e bem pequena e cunhada com uma buceta bem carnuda e clitóris médio.

Várias vezes já transei com a minha esposa e pensando na minha cunhada, pois a mardita é linda e gostosa tbm.

Minha esposa infelizmente está passando por um probleminha de saúde, mas não é nada grave, mas infelizmente está tomando algumas medicações e está mexendo com seu organismo e deixando ela um pouco sem vontade de fazer Sexo, mas entendo devido o problema .

Só que a nossa casa é no mesmo quintal da casa dos meus sogros e minha cunhada mora com eles .

Minha cunhada, ela é noiva, mas adora falar uma besteira e seu noivo também gosta de falar uma sacanagem, mas só quando estamos conversando e sem esposa e sogros perto.

Mas as vezes Paula, quando está de folga e com esse calor ela usa umas roupas meio curta, blusas sem sutiã onde marca seus seios, anda pra lá e pra cá no quintal e aquilo me deixo louco de tesão.

Minha esposa fica no horror em ver sua irmã com essas roupas e sempre briga comigo e com coisa eu sou culpado.

Faz dois meses que esposa e eu não transamos, pois devido o problema ,vivi na punheta, filmes pornôs no celular pra aliviar .

Só que as nossas brigas está frequente, pois ela está com ciúmes da sua irmã e suas roupas, esposa e eu estamos juntos a 8 anos e nunca faltei com respeito a cunhada.

Eu trabalho a noite e não me aguentei e mandei msg no ZAP para minha cunhada, primeiro foi um vídeo engraçado e lá respondeu dando risadas e tal e assim fui conversando até que cheguei no ponto de falar das suas roupas.

Pedi pela amor de Deus a não comentar com a sua irmã, pois se não iria dar um rolo do cacete. kkkkkk

Comendo a cunhadinha puta

Comentei com ela que sua irmã Ana vive brigando comigo pelas suas roupas, pois vc não deveria usar essas roupas quando estou em casa e tal e falei pra ela que não tem como não resisti de olhar.

Paula me fala se eu gosto de ver quando ela está assim, eu disse que sou homem , olho e já pensei nela nas minhas masturbação, pois faz tempo que não faço sexo.

Paula deu risada e já falou então vc vive batendo punheta pra mim né. kkkkk

Por que invés de bater punheta vc não me pega de jeito, pois assim irmã não precisa saber e seu noivo também não .

Confesso que na hora fiquei sem ação, fiquei com medo de tudo e travei pela msg que me mandou.

Perguntei pra Paula se ela estava brincando e lá disse que não, pois está tarada também, pois seu noivo está viajando com seus pais e ela está subindo pelas paredes e aí unir o útil ao agradável.

Como eu trabalho sozinho e perguntei se ela tinha coragem de vir ao meu trabalho e fazer um sexo gostoso aqui onde eu poderia chupar ela inteira e ficar horas aqui e ela me respondeu que sim.

Assim fizemos, mandei msg para Paula vir as 22 hrs no meu trabalho e ela falou que viria e iria dizer aos seus pais que irá na casa de uma amiga.

Quando foi as 22:20 horas, Paula chega com seu carro, abro o portão pra ela e assim entra.

Quando ela desce do carro, ela está salto, um vestido curto com decote e aquilo me deixou num tesão do caralho e já chamei ela pra entrar numa sala onde tem um lindo sofá .

Nisso ela se senta e eu sem perder tempo já puxo ela e começamos nós beijar, alisando suas pernas, beijando seu pescoço e já fui abrindo as pernas dela e pra minha surpresa ela estava sem calcinha e toda molhada.

Deitei ela no sofá, fui beijando sua boca, chupando seus seios deliciosos e duros, desci até a sua buceta e comecei a chupar com vontade, ela segurando a minha cabeça e apertando na sua buceta, seu clitóris durinho, levanto as suas pernas e já chupo seu cuzinho até a buceta e não demora ela goza gostoso na minha boca.

Ela ainda no tesão já tira seu vestido ficando toda nua, tira a minha roupa e meu pau duro como uma rocha, ela senta no sofá e pede pra disse a sua puta, mete até a garganta sem dó, que ela gosta assim.

Eu de pé em sua frente, ela me chupando, eu socando forte em sua boca até ela engasgar. A sua babá escorrendo pelo meu pau e ela aquela garganta profunda até sentir anciã.

Tirando meu pau de sua boca, já começamos um 69 que ela esfregando a buceta e cuzinho na minha boca, ela me chupando como uma boa puta e ela goza de jatos na minha boca no 69 e sua pernas bambas e gemendo com meu pau na boca e eu me segurando pra não gozar.

Coloco ela de 4 no sofá, empina bem a buceta e começo a socar com vontade, chamando ela de cunhada puta, vagabunda, mete safada, puxo seus cabelos, tapas na bunda e ela goza novamente e não teve como não segurar mais, avisei que iria gozar ela rapidamente se levanta e já me chupa.

Ela ficou de joelhos me pediu pra gozar em sua boca e rosto e assim eu fiz, ela tomando porra na boca e rosto toda melada, lambendo meu pau até a última gota, passando meu pau em seu rosto e espalhando toda a porra.

Nisso eu sento no sofá, ela senta no meu colo com rosto cheio de porra, fico chupando seus seios, beijando a sua boca ainda melada de porra que foi secando, eu já começo a ficar com tesão novamente, ela senta no meu pau de frente e começa um vai e vem gostoso, puxando pela sua bunda e pergunto se posso comer seu cuzinho ela disse que deve.

Eu ainda no sofá, Paula se levanta, chupa meu pau pra deixar bem molhado, ela vira de costa vai sentando com a sua bunda gostosa, foi entrando tudo no seu cu ,ela rebolando gostoso, se masturbando, quicando como uma boa puta e novamente ela goza de jatos e já fica de pernas mole, sinto seu cu piscando no meu pau, ela continua a rebolar e eu gozo novamente.

Meu pau ainda dento do cuzinho, foi amolecendo até ela sair de cima e porra descer tudo no meu colo.

Ficamos ali por uns 10 minutos, levei ela no banheiro onde sempre trago uma toalha, tomamos um banho juntos, depois fiz um café pra ela tomar, ficamos mais um pouco juntos, ela me fala que se eu quiser mais é só mandar msg a ela.

Nós despedimos e ela foi embora era as 3 da manhã.

Chegando em casa e a gente age como se nada tivesse acontecido e três dias depois repetimos novamente.

Minha cunhada é minha amante amiga. kkkkk

(*) Todos os nomes utilizados são fictícios para preservar a identidade dos envolvidos.

3345 views

Contos relacionados

Filha anjinha ou diabinha

Ao ficar espiando os pais transando, Aninha fica encantada com o conjuntinho vermelho de sua mãe! Na noite seguinte, a caçula da família decide provar a tal peça íntima... Já vestida com a lingerie, a safadinha passa na frente do pai, em direção à cozinha. Nessa hora, seu pai já começa a ter pensamentos eróticos...

LER CONTO

Meu amante é o primo pauzudo do meu marido

Meu nome Paulinha (fictício), sou casada há 11 anos, tenho 32 anos mais desde de novinha gostei muito de sexo. Despertei meu interesse por me masturbar e fazer sexo, sou muito viciada. Ao longo...

LER CONTO

O dia que meu namorado me fez gozar na pracinha

Oi esse é meu primeiro conto... Meu nome é Rachel, tenho quase 18 aninhos, virgem, 1.67 de altura, cabelos castanho claro até a cintura, branquinha, magrinha mas bem gostosa. Bom, namoro a 3...

LER CONTO

Sexo na rua escura com a passageira do aplicativo

Sou motorista de aplicativo e seguidamente pego passageiras muito queridas. Sempre fico louco que uma delas me deixe claro que tá a fim de algo. Sempre dirijo louco de tesão imaginando que uma hora...

LER CONTO

A mãe tarada e o filho nerd

A mamãe super tarada e o filho nerd vão ter uma boa trepada.. Ela está doida para tirar a virgindade do filho...

LER CONTO

Dando a buceta ao moto boy do delivery

Oi, tenho 28 anos e sou casada. Bom, vou relatar algo que aconteceu comigo algum tempo atrás, aconteceu pela primeira... fiz um pedido de um lanche tarde da noite por volta 22h por ai, veio um rapaz...

LER CONTO

Sexo bom e inesperado

Estava indo jogar uma bolinha, quando meu carro acabou a gasolina e fiquei preso na beira da estrada. Ninguém passava por ali pra eu pedir ajuda, foi quando longe apontou um carro e resolvi fazer...

LER CONTO

Foda inesperada e maravilhosa

Era uma noite normal. Estávamos eu e a minha irmã andando de carro pelo bairro procurando a minha gata que tinha sumido, quando tivemos a ideia de buscar o meu namorado na casa dele pra fazer janta...

LER CONTO

Conto erotico de sexo no Motel com o amigo

Meu primeiro conto.. Meu nome é Mirela (fictício), tenho 40 anos , 1,79 de altura,  90 cm de bustos, 70 de cintura e 115 de quadril. Não tenho corpo muito bonito, mas chamo atenção por onde...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 1 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - quadrinhos eroticos - hentai - xvídeos - xvideos - Xvideo
© 2020 - Contos eróticos – Contos Pornô com Histórias Reais
error: