Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo » Contos Picantes » Chifrando o namoradinho com sucesso de uma bela gozada

Chifrando o namoradinho com sucesso de uma bela gozada

Publicado em abril 16, 2022
0 votes

Teve um tempo em que comecei a namorar um rapaz bem babaquinha da faculdade onde eu faço enfermagem. Era de outro curso, mas acabamos saindo juntos. Era alto, porte atlético, um sorriso muito bonito mas era muito ciumento. Tivemos uma briga horrível numa sexta e ele era muito orgulhoso, tanto que jamais o contei que era garota de programa. Eu tenho dois celulares. Um pra administrar meus programas e outro pra minha vida social.

No sábado, eu estava furiosa e decidi planejar uma vingança. Talvez, pra alguns, meu trabalho já seja uma Traição, mas não pra mim. Eu só faço meter, as vezes gozo, sem apego emocional e pego meu dinheiro. Dessa vez, queria chifrá-lo por puro prazer. Baixei um aplicativo e comecei a dar uns matchs. Nisso, dei match com um gordinho de olhos claros. Conversa vai, conversa vem, achei ele bem taradinho. Me chamou pra ir num barzinho a noite e eu topei. Usei uma blusa bem decotada e um shortinho curto. Estava de salto, bem gostosa mesmo, fui pra matar. Quando ele me viu, foi logo dizendo como eu era cheirosa e bonita, me abraçando muito. Me deu um beijo na boca e fomos pro barzinho.

Bebemos cerveja e conversamos, ele sempre safadinho, passando as mãos na minha coxa, pertinho da xota, me beijando muito, chupando minha língua com muito tesão. Ficava perguntando se eu engolia ou cuspia, se minha xota era apertada… Tudo de forma sutil. Eu não gostava muito de gente assim, mas queria meter um belo de um chifre e gozar gostoso.

Traindo o namoradinho com um gordinho que me fez gozar gostoso

Fomos pro motel mais próximo e ele pegou uma suíte barata. Eu já sabia que ele era bem safado e não valia nada. Nem liguei. Eu também só queria meter. Assim que entramos no quarto ele já foi baixando minha blusa e mamando meus peitos, esfregando minha xota, desesperado pra meter. O cacete dentro da cueca, me abaixei e abri o zíper. Era médio pra pequeno, mas era grosso e o gordinho era safado. Já posicionou minha cabeça e começou a fuder minha boquinha, me tratando como puta mesmo. Mamei no cacete igual puta, um desespero do caralho, engolindo tudo, babando as bolas e ele falando que eu era gostosa demais. Me levantei e ele alisando minha buceta, desci o short e fui pra cama, ele louco lambendo meu grelo por cima da calcinha, nem consegui tirar, ele afastou pro lado e chupou tudo, me deixou toda babada.

Foi metendo os dedos uma afobação, puro tesão. Se ajeitou rapidinho em cima de mim e encaixou a cabeça na minha buceta e foi. Começou a meter louco por m cima de mim, bombando na buceta igual furadeira, chupando meu peito, meu pescoço, e eu toda arreganhada o frango assado levando rola na tora. Ele era muito gordinho e a barriga atrapalhava bastante. Então continuei no frango assado e ele ficou de pé, metendo enquanto eu esfregava meu grelo. Dizia que minha buceta tava linda assim sendo arrombada. Meteu assim por um tempo e me colocou no sofazinho de quatro. E aí que meteu mesmo. O gordinho era muito tarado, louco por xoxota.

Começou a me dar vários tapas na bunda e me chamar de vadia, de cachorra. Me mandava rebolar no pau e eu rebolei, deixando ele louco. Desengatou cansado e sentou no sofá, sentei de costas pra ele e fui quicando, e esfregando o grelo. Gozei gemendo muito e ele gozou na minha buceta, só de me ver gozar com força no pau. Ele era tão tarado que já queria fuder de novo. Eu estava exausta e não queria. Pediu pra me fuder de de ladinho, alegando que eu era muito gostosa e estava com muito tesão. Quem tá na chuva é pra se molhar!

Fiquei bem arreganhada e deixei ele meter. Minha buceta já foi recebendo, engolindo o pau todo. Começou a mastigar o pau dele, e ele enlouquecendo, dizendo que a buceta era gostosa demais. Enquanto ele metia, lembrei do meu namorado safado que amava comer meu cu. Aí falei:
-Tem uma coisa aqui que é muito gostosa também.

Ele não acreditou. Ficou ensandecido. Começou a cuspir na portinha do meu cu e tome rola. Me botou de quatro e comeu meu cuzinho, me chamando de todos os palavrões possíveis. Dei meu cuzinho com gosto, mandei ele fuder e rasgar tudo. Depois de me chamar muito de puta, ele gozou muito no meu cu e eu gozei junto, metendo os dedos na bucetinha. Tomamos um banho gostoso e ele disse:

– Você mete muito gostoso. Ia ganhar muito sendo puta.

Peguei um táxi e zarpei pra casa. Sabendo que o chifre do meu namoradinho tinha sido bem colocado.

174 views views

Contos relacionados

Anal intenso na madrugada

Levei a novinha para o quarto do casal de olhos vendados e sem saber o que lhe espera. E lá, a garota descobriu que participará de uma festinha do anal

LER CONTO

Traindo com o dono da loja de automóveis

Olá! Tenho 39 anos, casada, uma filha, meu marido é um cara super legal, nos damos muito bem em todos os sentidos. Sempre que transamos, costumamos falar de fantasias, imaginar coisas, etc... ele...

LER CONTO

Dei para o namorada de minha amiga

Alguns meses se passaram desde minha transa louca com três colegas e um aluno foi transferido de outro pólo...era bombeiro, tinha 30 anos, moreno, forte e um sorriso super excitante. Usava óculos e...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 4 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - xvideos - contos eroticos - contos eróticos - conto erotico - quadrinhos eroticos - contos de sexo - hentai - hentai porno
© 2022 - Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo