Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo » Contos Picantes » Bati na porta errada mas acabei comendo a gatinha safada

Bati na porta errada mas acabei comendo a gatinha safada

Publicado em março 24, 2021
0 votes

A chaleira ferveu enquanto preparava meu café da manhã em um domingo nublado. Desliguei o fogão, servi o café. Morar sozinha as vezes era demasiado solitário, o silencio nos dias de domingo incomodavam. Por sorte, das janelas de casa se ve uma copa de uma árvore, e os passarinhos gostam de cantar de manhã cedo.

Campainha toca, por um momento me assustei, estava muito imersa no canto dos pássaros. Mas afinal, quem seria? Eu não esperava ninguém naquele momento, nem sequer havia me arrumado ainda estava de robe, quem poderia ser naquela manhã, naquele horário?

Abri a porta esquiando-me para trás dela. Ele me olhou primeiro assustado, e rapidamente esboçou um sorriso sem jeito. Nunca havia o visto, definitivamente um desconhecido. Mas logo tomei uma postura mas firme, senti uma atração repentina, era como se pudesse sentir seus hormônios a flor da pele.

-Bom dia, mil desculpas, meu pai se mudou pra esse prédio recentemente, eu achei que seu apartamento era o dele. – sem sombra de duvidas ele estava sem graça, mas aparentemente não estava achando ruim o engano.
-Haa qual o apartamento que ele lhe falou?

-202
-202 é o meu, ele pode ter lhe falado errado.
-Com certeza deve ter sido isso, vou tentar ligar pra ele.

Nos despedimos e fechei a porta. Naquele momento pensei no tesão que senti quando estava perto dele, que homem bonito, másculo. Sem sombra de duvidas foi recíproco, eu percebi como ele me comia com os olhos.

Transei com o desconhecido que bateu na minha porta

A campainha tocou novamente. La estava ele com as bochechas rosadas.

-Desculpa novamente, meu celular acabou novamente você poderia me emprestar o carregador?

O convidei para entrar, emprestei o carregador e ofereci café. Tomávamos café em pé. Parecia que sentados não teríamos a oportunidade de nos aproximarmos tanto.
Começamos a trocar alguma conversas bobas sobre o tempo, e nossas vidas, a vizinhança e rimos um pouco. Ele fazia brincadeiras todo o tempo, era reciproco o interesse, me aproximei mais. Até que ele disse:

-Eu estou com vontade de te agarrar desde quando você atendeu aquela porta.
-Eu vi o jeito que você me olhava, parecia que queria ver o que tinha por baixo da minha roupa.
-Você se importa? Você parece ter um corpo delicioso.
-De forma nenhuma, eu eu adorei a forma que você me olhou.

Ele segurou minha cintura e me beijou, aproximou seu pau de mim, fazendo com que eu o sentisse por cima das roupas entre as minhas pernas. Que beijo delicioso, eu retribui o carinho que ele me fazia com sua cintura, aquele pau parecia delicioso.

Eu estava esfregando meu clitoris em seu pau ainda vestidos e nos beijando, até que ele me vira de costas. Começa a beijar minha, nuca me deixando louca de tesao, com muita vontade de senti-lo entrando dentro de mim. Ele abriu meu robe e deixou-lo cair no chão, eu estava só de calcinha. Ele me virou na mesa, deixando meu bumbum pra cima.
Parou alguns minutos, parecia que estava admirando meu corpo. Senti-lo tirar minha calcinha e beijar minhas pernas e minha bunda, depois me lambeu a vulva. Parecia estar se deliciando, me chupava com vontade me fazendo gemer.

-Eu quero muito comer essa bucetinha, que vontade de te comer…
-Me come, por favor…

Ele se levantou tirou a blusa e a calça. E eu senti o pau dele entrando dentro de mim. Eu fiquei ainda mais molhada enquanto ele me comia devagar segurando meus cabelos. O pau dele me preenchia completamente, e no final ele ele colocava ainda mais, era maravilhoso.

-Nossa que pau gostoso, hoje eu quero que você me foda muito.

Ele foi acelerando seu ritmo, cada vez com mais vontade, com mais tesão, ele gemia e eu também. Ele colocou a mão entre as minha pernas e massageou meu clitoris enquanto comia minha buceta.

Eu me ajoelhei ao chão na sua frente e coloquei aquela rola na boca, comecei a chupa-lo, enquanto ele gemia de prazer, começou a fuder minha boca e eu sentia toda aquela pica cheia de tesão.

Eu me levantei e ele me carregou no colo e me apoiou no encosto do sofá, começou a fuder minha buceta novamente, ele me fudia rápido e com força e eu me tocava, estava perto de gozar.

Me coloquei de costa novamente com a cabeça virada para o sofá ainda me tocando enquanto ele me comia. Ele enfiou o dedo no meu cu e naquele momento eu gozei, gemia alto enquanto ele me comia com ainda mais força. Então ele gozou enquanto gemia. Beijou minhas costas e deitamos no sofá.

– Eu posso errar a casa do meu pai mais vezes?
– Com certeza.- rimos e ele partiu, do mesmo jeito que chegou.

5518 views

Contos relacionados

Pegando um bronze

Para Os Sacanas, todo dia é dia de sol... Dona Maria e Aninha pegando um bronze e Carlinhos só de olhos nas duas de topless...

LER CONTO

Meu primo tirou minha virgindade

Oii, sou uma garota loira, 1.70 de altura, corpo magro e atlético, me considero bem bonita, atualmente tenho 19 anos, mas essa história ocorreu um ano atrás, foi um tanto gostosa para uma primeira...

LER CONTO

Comi a mais gostosa do busão

Olá! Tenho 20 anos e 1,70. Mulato, com o corpo bem definido graças a prática de Esportes como futebol, Muay-Thai, e Natação, e sou estudante de engenharia. O meu conto de hoje aconteceu algum...

LER CONTO

Dando muito pro cara do badoo

Me chamo Gisela(*), tenho 25 anos, loira, gosto de treinar então tenho 60kg bem distribuídos, seios e bunda grandes, o que sempre fez os homens ficarem loucos. Em uma das minhas várias viagens a...

LER CONTO

A mãe tarada e o filho nerd

A mamãe super tarada e o filho nerd vão ter uma boa trepada.. Ela está doida para tirar a virgindade do filho...

LER CONTO

Dei o cu pro bombeiro

Olá.... Sou loira, 31 anos. Pernas grossas, bunda grande, peitos deliciosos. Conheci um bombeiro num app e resolvemos nos encontrar. Sou virgem, mas com um fogo que ninguém apaga. Ele é uma...

LER CONTO

Minha primeira vez com um casal

Meu nome é Fábio(*), tenho 35 anos, 1,76 m de altura, sou pardo, tenho um corpo atlético (faço academia três vezes por semana), tenho um pau de 18 cm. Sempre tive vontade de comer um casal, comer...

LER CONTO

1ª experiência lésbica com uma GP

Olá. Sou uma mulher madura, com 39 anos, bem resolvida. Tenho um filho e por isso sempre vejo os históricos da navegação da internet e o computador fica na sala de casa. Certo dia vi visitas em...

LER CONTO

Prazer em dobro, sonho realizado com 2 mulheres

Olá me chamo Bruno (nome fictício), vou relatar como realizei meu sonho de sair com duas mulheres. Conheci a Fernanda (fictício) e a Ingrid ( fictício) nas redes sociais, sai com a Ingrid na...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 3 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - xvideos - contos eroticos - contos eróticos - conto erotico - quadrinhos eroticos - contos de sexo - hentai - hentai porno
© 2021 - Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo
error: