Arregaçado pela Travesti Mulata Dotada

Publicado em abril 6, 2021
2 votes

Ola… sou um cara de 30 anos, branco, olhos verdes, cabelo curto e corpo atlético. Sou casado, tenho filhos, me considero hetero, mas sempre tive interesse apenas sexual pelo Sexo oposto, na condição de Passivo.

Recentemente estava a trabalho no litoral e devido a secura, comecei a olhar o site de Relacionamento e la me chamou uma atenção de uma transexual mulata super dotada, apresentava um pênis muito grande e grosso. Morri de tesão, mas me conscientizei comigo mesmo, que não aguentaria aquilo de jeito nenhum dentro de mim. Nos comentários de seu clientes o mesmo exaltavam o tratamento vip fornecido por ela além da enorme trolha que possuía.

Minha primeira transa com uma linda travesti dotada

Mas passado uns dias, estando na seca resolvi encarar. Fiz o contato com horas marcadas e o cache combinado e para sua casa desloquei. Quando cheguei em sua residência fui muito bem recebido inclusive com um selinho na boca o que me deixou meio desconfortável, mas perdoável haja vista ser uma morena de 20 anos de idade, pele morena, cabelo preto, bem feminina e nua na parte de cima mostrando um par de peitos bem durinhos e definidos.

Ela me levou para o seu quarto puxando me com suas mãos e chegando em sua cama falou que eu poderia me despir, me perguntando que tipo de serviço eu queria. Relatei que era inexperiente e tímido e queria receber pau, haja vista eu ser hetero e demais serviços eu já recebia de minha esposa.

A mesma tirou sua bermuda e dela saiu um pênis enorme o que me assustou, era como nas fotos, devia ter uns 25 centímetros, falei para mesma que não aguentaria aquilo de jeito nenhum. Ela me disse que sabia me deixar bem a vontade. Ela deitou na cama ficando com o pau apontado para cima e eu cai de boca naquela tora, não conseguia engolir nem a metade.

Após mamar bastante ela também chupar meu pau e meu cu enfiando a língua lá dentro com uma experiência incrível, arrancando me muitas gemidas. Chegou a hora da verdade, fiquei de quatro, ela colocou a camisinha e lubrificou me cuzinho e encostou aquela jiboia na minha portinha. Eu ficava falando que não ia entrar, mas ela me acalmou dizendo que ela sabia fazer eu relaxar, e realmente, a medida que ia entrando, ela massageava a popa da minha bunda nas imediações no anus, o que relaxava e o pau entrava ainda mais com pouca dor.

Senti quando aquele membro chegou quase em meu estomago. Ela começou a bombar e aumentou o ritmo. Cada vez que aquele enorme membro entrava com tudo quando ela socava, me empurrava para frente e eu gritava e assim foi por alguns minutos e resolvi trocar de posição, queria aproveitar o máximo.

Fiquei na posição de frango assado e aquele pau entrou quase tudo novamente, haja vista já ter dilacerado a porta de meu anus e não doía mais tanto para entrar, somente quando entrava tudo, pois podia sentir chegar no limite máximo de meu reto. Devido eu estar pedindo agua pela surra de pica que tava levando ela me pegou uma perna minha e me deixou meio de lado socando mais e mais. Tentamos em pé mais não deu devido nossa diferença de altura.

Posteriormente ela deitou novamente na cama com o pau para cima e eu subi a cavalo naquela jumenta. Após varias insistidas, consegui sentar naquela tromba e meu cuzinho deslizou, chegando até as bolas. Quando eu cavalgava apesar da dor do fundo do meu reto era tranquilo, mas quando aquela morena socava de baixo para cima, fazia eu dar pulo. Era muito pau para pouco cu. Resolvi encerrar meu sofrimento e anunciei que queria gozar. Fiquei a cavalo na morena enquanto eu abraçava a mesma com meu rosto colado no dela e ela colocou suas mãos na minha bunda e seguiu uma socação frenética de baixo para cima.

Eu estava travado naquela posição, com os olhos arregalados e delirando enquanto ela fala um monte de besteira, como ” Seu viado, venho para receber pau, agora vou rasgar esse cu que você não vai conseguir sentar”.

A mesma acelerou mais o movimento até que eu comecei a gozar como um loco e sua barriga se sequer encostar a mão em meu pau. Ela ficou admirada, falou não acredito seu safadinho. Após quase desmaiar em seu peito, sai de cima daquela morena maravilhosa me desligando daquela trompa meio atordoado. Fui no banheiro tomar um banho e tentava passar a mão em meu cuzinho mas esse queimava como brasa, tava muito dolorido e minhas pregas arrebentadas, tinha sangue nele, sentia o tamanho do buraco que tinha ficado.

Paguei a ela e me despedi agradecendo por aquele maravilhoso serviço, valeu a cada centavo e mais. Sai rapidamente do local e embarquei no meu carro. Quando dirigia, tinha que ficar sentado meio de lado e assim por mais uns dois dias.

Foi minha ultima transa com um pênis mas sem duvida foi a melhor transa de minha vida. Como sou tímido e muito discreto é difícil ter novas oportunidades. Mas gostaria ainda de repetir a dose com aquela delicia de morena.

Espero que gostem…. O conto é verídico e tentei lembrar do máximo de detalhes possível.

4363 views

Contos relacionados

Pegando um bronze

Para Os Sacanas, todo dia é dia de sol... Dona Maria e Aninha pegando um bronze e Carlinhos só de olhos nas duas de topless...

LER CONTO

Minha esposa fez eu gostar de dá o cú

Sou casado tenho 48 anos, sou uma pessoa normal bem discreto. Sempre fui um cara sistemático. Comecei a namorar minha esposa ambos com 19 anos. Na nossa primeira transa ela começou a fazer...

LER CONTO

Sexo gostoso com o técnico de segurança da empresa

Era gerente de uma empresa e ficava com o técnico de segurança da mesma empresa. Um dia foi lá visitar e todos os funcionários foram embora e ficamos a sós pra irmos depois. Quando todos...

LER CONTO

Minha vizinha tezuda me deu a bocetinha e o cu

Olá pessoal me chamo Jefferson (*). Bom oque vou contar realmente aconteceu comigo. Tinha uma vizinha que se chama Hilma(*) 1,65,  cabelos cacheados, olhos castanhos, cintura fina, bunda redonda e...

LER CONTO

A mãe tarada e o filho nerd

A mamãe super tarada e o filho nerd vão ter uma boa trepada.. Ela está doida para tirar a virgindade do filho...

LER CONTO

Nem nos meus sonhos imaginei uma foda assim

Eu sou Manu (*) e sempre fui bem safada os homens adoram me olhar por causa do tamanho da minha buceta que é bem grande e eu adoro roupas que marcam pra chamar atenção mesmo. Já tive várias...

LER CONTO

Empregada putinha me deu a bucetinha gostosa

Meu nome é Wendel (*), tenho 23 anos. Tem uma empregada na casa da minha mãe que esta trabalhando lá. Uma mulata gostosa, 25 anos, eu ia na cozinha e a empregada fica manjando minha rola. Um belo...

LER CONTO

Quicando com o cu

Espero que meu conto agrade vocês leitores. Sou morena, 1, 70, seios medianos e bumbum um pouco avantajado rs. Meu namorado, hoje marido, como todo homem que se preze, vivia me perturbando...

LER CONTO

Casal evangélico fazendo sexo a três com desconhecido

Olá meu nome é Rodrigo(nome fictício) tenho 35 anos, sou casado, pai de um lindo casal de filhos, sou casado a 11 anos, e fato é que eu e minha esposa, nunca tínhamos feitos muitas loucuras no...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 1 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
porno - xvideos - contos eroticos - contos eróticos - conto erotico - quadrinhos eroticos - contos de sexo - hentai - hentai porno
© 2021 - Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo
error: